PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: Tite não precisa convocar jogador que atua no Brasil em novembro

Do UOL, em São Paulo

15/10/2021 15h55

Classificação e Jogos

A rodada de eliminatórias que terminou com o Brasil goleando o Uruguai por 4 a 1 ontem (14) na Arena da Amazônia, em Manaus, teve algumas mudanças, com uma base formada por jogadores que atuam na Premier League, sendo que um deles foi justamente Raphinha, o destaque dos últimos jogos, que ganhou a posição de titular e teve grande atuação diante da Celeste, com outros como Gabigol e Everton Ribeiro perdendo espaço entre os titulares.

No podcast Posse de Bola #169, Arnaldo Ribeiro afirma que a boa notícia do sucesso de um time formado com mais jogadores que atuam na liga inglesa é que agora Tite não depende de atletas que atuam no futebol brasileiro e deveria aproveitar isso para deixar de convocar os jogadores que atuam no país nas datas Fifa de novembro, para os jogos contra Colômbia e Argentina.

"Tem uma boa notícia, entre a base Premier League e a base Flamengo, o Tite não precisa na data Fifa de novembro convocar jogador que atua no Brasil. Não precisa convocar. Edenilson não foi utilizado nenhum minuto, o Weverton não foi utilizado nenhum minuto, o Arana mostrou que não tem condição de ser titular ainda é uma boa opção, mas não é essencial para a seleção, o Everton Ribeiro deixou de ser titular da seleção depois do jogo de ontem e o Gabigol disputa a posição, então ele não precisa convocar nenhum jogador que atua no Brasil", diz Arnaldo.

"Pode insistir na mesma base com o Raphinha, com o Neymar, com o Jesus, com o Fred, com o Paquetá. Então, não convoque, Tite, não precisa, nenhum jogador que atua no Brasil hoje é essencial à sua seleção, você encontrou o time, insista nesse time, faça ele jogar mais vezes. Acho que isso ficou de rescaldo dessa última data Fifa e desses últimos três jogos", completa.

O jornalista afirma que os jogos diante de Venezuela, Colômbia e Uruguai foram importantes para que Tite pudesse encontrar um time e considera que alguns jogadores ficaram bem perto da Copa do Mundo após as atuações pela seleção brasileira, casos de Raphinha e Antony.

"De fato eles foram importantes porque ele estava perdido, o técnico da seleção brasileira estava perdido, a Copa América mostrou isso, alguns jogos das Eliminatórias também, o time estava sem alternativas, agora ele encontrou uma alternativa", diz Arnaldo.

"Esses dois caras aí estão na Copa já, um provavelmente titular, o Raphinha, e o outro reserva, o Antony. É engraçado porque eles não estavam, digamos, e foram sendo chamados, eles não estavam na lista dos 30 principais jogadores da seleção brasileira e hoje estão não só entre os 23, mas devem estar entre os 18 e ganharam pontos, isso só foi possível com essa série insana de jogos de seleção que para o Tite serviu sim para encontrar uma luz, agora insista na luz e deixe o Brasileirão em paz pelo menos até 2022", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol