PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Como Falcao García retornou à seleção colombiana aos 35 anos

Falcao Garcia é um dos principais nomes desta geração colombiana  - RAUL ARBOLEDA/AFP
Falcao Garcia é um dos principais nomes desta geração colombiana Imagem: RAUL ARBOLEDA/AFP

Flavio Latif

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

A Colômbia, adversária da seleção brasileira neste domingo (10), às 18h (de Brasília), no estádio Metropolitano, em Barranquilla, passa por um período de renovação e nomes como o do meia James Rodríguez, por exemplo, já deixam de existir no time nacional.

No entanto, o atacante Radamel Falcao García, de 35 anos, foi convocado pelo técnico Reinaldo Rueda para esta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2022. Ele foi titular da Colômbia no empate em 0 a 0 contra o Uruguai na última quinta-feira (7) e deixou o campo aos 12 minutos da segunda etapa para dar lugar a Duván Zapata.

Antes da partida contra os uruguaios, Falcao tinha jogado pela última vez pelo seu país no dia 13 de outubro de 2020, no empate em 2 a 2 contra o Chile, também pelas Eliminatórias Sul-Americanas, quando ele entrou na metade da segunda etapa e marcou o gol de empate nos minutos finais da partida.

Mesmo com uma convocação recente, o jogador experiente deixou de ser nome certo na Colômbia após o bom desempenho de Duván Zapata, Miguel Borja, Luis Muriel e Rafael Santos Borré.

E como aos 35 anos ele voltou a ser opção? Após duas temporadas no futebol turco, pelo Galatasaray, com 43 jogos e 20 gols, ele se transferiu para o Rayo Vallecano, time de pequena expressão que disputa o Campeonato Espanhol. No time de Madri, o colombiano marcou três gols em quatro jogos e virou um dos destaques da equipe que ocupa a 6ª posição do campeonato nacional, com 13 pontos em oito jogos.

Falcao García  - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O jornalista colombiano Sebastían Bejarano, da Caracol Radio, disse em contato com o UOL Esporte que a imprensa do país viu de forma positiva o retorno de Falcao à seleção. Além disso ressaltou que mesmo com a idade avançada, ele é uma 'entidade' na Colômbia e se estiver em boa fase, precisa ser convocado.

"Falcao García é uma entidade na seleção colombiana. O grupo caminha diferente quando ele está na seleção, tem voz de comando. Para mim é totalmente positiva a presença dele nessa convocação. Ele sempre levanta o grupo, faz com que o grupo se alegre, é um líder positivo. Ele não é o mesmo de antes, ele pode ser utilizado no primeiro tempo ou no final do segundo tempo, no máximo 60 minutos, mas ele segue com o faro goleador e é perigoso", afirmou.

"A imprensa colombiana sempre foi muito carinhosa com Radamel. Ele é, e foi, a estrela da Colômbia na classificação Copa do Mundo de 2014, na melhor participação da história da Colômbia em uma Copa — mesmo ele ficando de fora após romper os ligamentos do joelho esquerdo. Se ele está bem e marcando gols, ele tem que estar na convocação", completou.

Agora, a missão de Radamel Falcão García e seus companheiros é vencer e parar a seleção brasileira que fez 9 jogos nas Eliminatórias e venceu todos. O time comandado por Reinaldo Rueda ocupa a 5ª colocação nas Eliminatórias, com 14 pontos, e estaria na repescagem mundial para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.