PUBLICIDADE
Topo

Santos

Carille confia em experiência uruguaia para se recuperar no Brasileirão

Sánchez e Velázquez em treino no CT Rei Pelé - Ivan Storti
Sánchez e Velázquez em treino no CT Rei Pelé Imagem: Ivan Storti

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

17/09/2021 04h00

O Santos usará da experiência uruguaia para tentar se recuperar no Campeonato Brasileiro. Em 13º, com apenas 22 pontos, o Peixe espera se distanciar da zona de rebaixamento. O técnico Fábio Carille tem dois bons personagens para saltar na competição brasileira: os uruguaios Emiliano Velázquez, 27, mas bem rodado, e Carlos Sánchez.

O defensor Velázquez, aliás, deve ter sua estreia promovida contra o Ceará, neste sábado, às 21h, no Castelão, pela 22ª rodada. Carille está ansioso para utilizá-lo, pois sabe de sua facilidade para organizar o jogo de trás. Além disso, o Alvinegro praiano tem baixas como Kaiky, titular absoluto que ainda se recupera de uma lesão de grau 2, Robson Reis, com entorse no tornozelo e Luiz Felipe, lesionado.

"Vi muitas coisas positivas, apesar de três treinos. Organização melhor, mas quero melhorar a compactação. Acho que o time está longe. Com quem contratamos, como o Velázquez, que me dará orientação atrás, vamos melhorar. O grupo é bom e vamos nos tornar fortes com mais trabalho e organização", disse o treinador após a eliminação do Santos na Copa do Brasil.

Já Carlos Sánchez é visto como peça essencial nos bastidores. O uruguaio, que ganhou um compatriota, tem papel importante em deixar o dia a dia mais leve, além de auxiliar os mais jovens, com quem tem moral e respeito. Esse tipo de experiência, assim com Velázquez tem, é o tipo de coisa que o treinador santista procura.

"[Os reforços] vão potencializar os garotos com Sánchez, jogador sobre quem recebi informações maravilhosas do dia a dia dele. Trabalho de vestiário é tão importante quanto o trabalho de campo", também citou em sua apresentação.

Titular com Carille, Sánchez não vive sua melhor fase no Santos, mas ainda tem movimentações importantes. Contra o Athletico-PR, por exemplo, deu um chute colocado em direção ao gol que assustou o arqueiro Santos.

Vale pontuar que Carille chegou na semana passada e ainda precisa de tempo para adaptação ao Santos e elenco. A próxima semana será a sua primeira cheia, assim conseguirá realizar testes e conhecer mais de perto seus jogadores.

Santos