PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Trajano: "São Paulo entra em crise. Era Crespo está com uma interrogação"

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 01h25

Classificação e Jogos

O Fortaleza eliminou o São Paulo e, pela primeira vez em sua história, classificou-se para as semifinais da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (15), o Leão do Pici venceu o Tricolor paulista por 3 a 1 no Castelão e agora enfrenta o Atlético-MG, que passou pelo Fluminense, por uma vaga na decisão do torneio. Para os são-paulinos, restou apenas a disputa do Brasileirão, no qual briga para se afastar da zona de rebaixamento.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Isabella Ayami, Renato Maurício Prado, Marluci Martins e José Trajano - os comentaristas analisam a classificação inédita do Fortaleza às semifinais da Copa do Brasil e os efeitos de mais uma eliminação para os rumos do São Paulo no restante do ano.

Trajano lamentou a postura do Tricolor paulista. "Foi uma coisa vergonhosa o São Paulo ser eliminado desse jeito. O São Paulo entra em crise, em parafuso. Está ameaçado no Brasileiro, com uma campanha ruim. O Fortaleza é muito superior, com jogadores menos badalados. É mais estruturado e teve mais raça e empenho. A Era Crespo está com ponto de interrogação", comentou.

Marluci ficou surpresa com a apatia demostrada pelos são-paulinos no Castelão. "Me chocou a eliminação pela forma vergonhosa como o São Paulo perdeu. Foi um bando em campo que não sabia o que fazer com a bola. O que o Crespo fez nesses dias todos? O time não sabia o que fazer com a bola. O Fortaleza foi melhor em todos os setores e foi mais compacto, criativo e soube usar a velocidade. O São Paulo deixou a desejar. A eliminação foi lamentável pela forma como o time não jogou", criticou.

Renato destacou que o clima ficará ainda mais pesado para os lados do Morumbi, em um momento no qual o time mais precisava de tranquilidade. "Prevejo uma semana agitada para o São Paulo. Mais do que qualquer outro clube, vai torcer para que a rodada de fim de semana do Brasileirão seja adiada. Tudo o que o São Paulo precisa é de tempo para tentar juntar os cacos. Ser eliminado para o Fortaleza já era ruim, mas da maneira como foi...", comentou.

Marluci considerou que Crespo tem sua parcela de culpa, mas há outros pontos negativos no São Paulo. "O time estava totalmente desorganizado, mas a gente continua vendo problemas físicos. O Benítez não consegue dar um pique, acompanhar uma jogada. O time realmente fica vulnerável por conta das limitações físicas de alguns jogadores do elenco. Temos acompanhado isso desde que o Paulista acabou. Tem muita coisa que precisa ser consertada", disse, citando um problema que se tornou crônico no Tricolor.

Renato alerta que o Tricolor precisa acordar depois da eliminação na Copa do Brasil e que o risco de queda para a Série B é real. "Todo mundo diz que, com o elenco que tem o São Paulo não vai cair. Já vi times com elencos até melhores sendo rebaixados. Um time grande como o São Paulo estar limítrofe da zona de rebaixamento e sofrendo derrotas e eliminações complicadas... Os próximos dias prometem"

Para Trajano, o time precisa se preocupar em reagir rápido, já que está em situação delicada no Brasileiro. "Não tem mais aquela desculpa de ter jogado todos os trunfos no Paulista, que acabou já faz tempo. Será que o Crespo não tem nenhuma responsabilidade? Primeiro, era o cansaço. Depois, o número de contusões. Para o São Paulo, só resta agora o Brasileiro e ele que se cuide. Se bobear, a vaca vai para o brejo também no Brasileiro", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol