PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rodrigo Caetano revela sondagem do Atlético-MG por Jemerson

Jemerson em ação pelo Corinthians contra o Ituano - Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Jemerson em ação pelo Corinthians contra o Ituano Imagem: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Colaboração para o UOL

13/09/2021 22h58

O Atlético-MG cogitou buscar a contratação do zagueiro Jemerson, ex-Corinthians. Rodrigo Caetano, diretor executivo do time mineiro, admitiu que o clube pensou na hipótese de tentar fechar com o defensor, mas os valores envolvidos impediram um avanço no negócio.

"Em algum momento nós pensamos (em conversar com Jemerson), porque nós tínhamos aquela proposta do Gabriel, de venda. O clube precisou fazer algumas vendas. Realizamos algumas operações com jogadores que não estavam no elenco, deu um fôlego", afirmou Rodrigo Caetano em entrevista a Jorge Nicola, no canal do Youtube do jornalista.

"E dois deles faziam parte do elenco, o Gabriel e o Marrony. Costumo dizer que as premiações por conquistas, por passar de fase, elas acabam minimizando essa condição que nós não tivemos de atingir metas com vendas de atletas. Não é só o Galo. Chegamos a conversar dessa possibilidade (do Jemerson). Mas eram condições inviáveis", continuou o dirigente.

Diante desse cenário, as conversas pelo zagueiro não evoluíram. Rodrigo Caetano aproveitou para valorizar o futebol apresentado por Nathan Silva.

"Não deixo de reconhecer a história do Jemerson no Galo, o valor dele, a qualidade. Mas acabamos fazendo um estudo mais aprofundado do rendimento do Nathan Silva junto ao Atlético-GO e conseguimos. Tivemos a concordância e a compreensão do Atlético-GO, na figura do presidente Adson Batista, que não fez nenhum tipo de condição. Reconheceu que o Galo sempre foi um parceiro e, com isso, a gente pôde
repatriar o Nathan Silva, que chegou bem e vem comprovando o que vinha fazendo no Atlético-GO", elogiou Caetano.

"Hoje, posso afirmar que nosso maior desafio é a manutenção desse elenco até dezembro. Não pensamos em trazer mais ninguém não", garantiu o dirigente do Atlético-MG.

Futebol