PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Secretário cita NBA e defende volta da torcida do Flamengo ao Maracanã

Torcida do Flamengo no jogo contra o Barcelona-EQU, no Maracanã, em 2020 - Alexandre Vidal/Flamengo
Torcida do Flamengo no jogo contra o Barcelona-EQU, no Maracanã, em 2020 Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/09/2021 09h40

Classificação e Jogos

Daniel Soranz, secretário de Saúde do Rio de Janeiro, defendeu o protocolo apresentado pelo Flamengo e assegurou que a retomada gradual de público no Maracanã será seguro.

Durante apresentação do boletim epidemiológico do município, Soranz ressaltou que a cidade precisa se abrir e usou exemplos de eventos esportivos realizados na Europa e na NBA.

"É importante ter algum tipo de retomada, acompanhamos a União Europeia e a NBA. Na maioria desses locais bastava o teste, mas consideramos que é importante o teste, a vacina e a máscara. No caso do Flamengo, o clube apresentou um protocolo de muita qualidade. Todos serão monitorados por 15 dias. Todos que estiverem no estádio terão de fazer os testes no laboratório credenciado. Tenho segurança que o protocolo montado consegue a proteção para a covid-19. Apresentaremos os resultados 15 dias depois", disse ele, que completou:

"Todos os clubes podem (jogar com torcida). O evento do Flamengo com público foi liberado, outros eventos serão liberados. É um evento controlado. No caso do Flamengo, o clube credenciou uma rede de laboratórios. Na retirada do ingresso já vai haver a conferência. A gente pretende estimular quer as pessoas se vacinem".

De acordo com o que ficou estabelecido, o jogo contra o Grêmio, no próximo dia 15, na Copa do Brasil, poderá receber 24.783 torcedores, cerca de 35% da capacidade total do Maracanã. No segundo duelo com o Tricolor, dia 19, a capacidade aumentará para 40%, enquanto a partida contra o Barcelona (EQU), pela Libertadores, poderá receber 35.035, aproximadamente 50% do que comporta o estádio.

Segundo documento assinado no último dia 6, a retirada do ingresso estará condicionada à apresentação de comprovação de vacinação contra covid-19, cumprindo as regras do Decreto Rio 49.335, de 26 de agosto de 2021, e resultado negativo de teste de antígeno para covid-19 realizado em até 48 horas anteriores à partida, "exclusivamente, por laboratório autorizado pelo clube organizador da partida".

No parecer favorável à presença de público no Maracanã, ressalta-se que está "condicionado à rigorosa observância ao protocolo" apresentado pelo Flamengo, e, dentre os ajustes pedidos, há a indicação de que "todo público presente no estádio do Maracanã, nos dias 15,19 e 22 de setembro, será monitorado pela SMS através do número do CPF pelo prazo de 15 dias".

Nos bastidores, o embate entre as partes em relação ao tema já durava algum tempo. O Flamengo procurou a Prefeitura do Rio em oportunidades anteriores, mas não obteve sucesso. Em maio, com o apoio da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), o Fla tentou costurar para que a final do Carioca deste ano pudesse receber torcida.

Flamengo