PUBLICIDADE
Topo

Santos

Jandrei cita Diniz e Arzul como fatores para fechar com o Santos

Jandrei é apresentado no Santos - Ivan Storti
Jandrei é apresentado no Santos Imagem: Ivan Storti

Colaboração para UOL, em Santos

01/09/2021 14h34

O goleiro Jandrei foi apresentado nesta tarde (1) pelo Santos e afirmou que um dos fatores que o influenciou para fechar com o clube foi o técnico Fernando Diniz e o preparador de goleiros Arzul. O arqueiro explicou que tem admiração pelo trabalho de ambos.

"Falei com o Diniz antes de acertar. As palavras dele me incentivaram ainda mais a vir, eu já estava motivado a vir. Pelo jogo que o Diniz propõe, pela característica dele como treinador. Fiquei muito mais motivado em vir. Meu interesse, desde a primeira demonstração do Santos, foi instantâneo. O Arzul é um cara fenomenal, trabalha muito forte e busca o melhor do goleiro. Vai acrescentar muito na minha carreira", disse.

"Também (Arzul ter sido ponto fundamental para ele fechar com o Santos). Assim como o Diniz, a história do Santos, tudo. Foi um contexto. O Arzul sempre se destacou, os goleiros que ele treinou sempre foram bem. Com certeza foi um dos motivos, trabalhar com ele e absorver o máximo. Para que eu possa evoluir e ajudar o Santos a conquistar os objetivos", acrescentou.

Com contrato até o final do Campeonato Paulista de 2022, Jandrei explicou que a ideia é ficar por mais tempo — mesmo que isso não dependa somente dele —. Ele rescindiu com o Genoa, da Itália, para concretizar sua vinda à Baixada Santista.

"Primeiras conversas foram boas. Falei com o Diniz antes de vir, ele me incentivou ainda mais. Já estava motivado a vir pelo jogo que o Diniz propõe, pelas características como treinador. Meu interesse existe desde a primeira ligação do Santos. Foi instantâneo. Meu contrato é curto e venho para ajudar, independentemente de três meses, um ano ou dois anos. Minha ideia é ficar aqui bastante tempo, mas não depende só de mim", explicou.

Jandrei chega para compor elenco, mas sobretudo para substituir João Paulo em momentos de suspensão. O titular, aliás, está pendurado no Campeonato Brasileiro e deve dar espaço para a estreia do reforço em breve. John ainda se recupera de uma cirurgia no joelho, enquanto Mazoti e Diógenes ainda estão em processo de preparação para uma sequência no gol.

"Meu contrato é de curta duração, mas venho para ajudar. Independente se tenho três meses ou um ano, vou me doar ao máximo. Minha ideia é ficar aqui bastante tempo, mas lógico que não depende só de mim. Vou buscar meu espaço, o João vem muito bem, John vinha muito bem, todos os meninos. Paulinho, Diógenes, todos estão treinando muito bem. Acredito que quanto mais goleiros preparados a gente tiver, melhor para o outro. Um vai puxando o outro para sua melhora e o crescimento será nítido", concluiu.

O próximo compromisso do Santos é contra o Cuiabá, no sábado (4), fora de casa, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Regularizado, Jandrei deve ser relacionado para o jogo.

Santos