PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Como o Corinthians superou grande concorrência para se aproximar de Guedes

Róger Guedes defendeu o Shandong Taishan, da China, nas últimas três temporadas - Reprodução/Instagram
Róger Guedes defendeu o Shandong Taishan, da China, nas últimas três temporadas Imagem: Reprodução/Instagram

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

25/08/2021 04h00

Classificação e Jogos

O Corinthians está muito próximo de anunciar Roger Guedes como seu terceiro reforço para esta temporada. Jovem, aos 24 anos, o atacante foi desejado em algum momento nos últimos três anos por outras grandes equipes brasileiras, como Palmeiras, Flamengo, Grêmio e Atlético-MG, mas optou em se aproximar do Alvinegro. A explicação está no projeto de longo prazo apresentado pela diretoria do clube do Parque São Jorge.

O momento do Corinthians é de instabilidade. O clube atravessa uma grave crise financeira com uma dívida de quase R$ 1 bilhão e faz uma série de malabarismos para manter as contas em dia. Apesar do cenário preocupante, o jogador gostou do projeto de longo prazo apresentado pelo presidente Duilio Monteiro Alves. A ideia é montar uma base nesta temporada e, nos dois próximos anos, brigar por títulos no cenário nacional.

Ao lado de Giuliano e Renato Augusto, Roger Guedes seria um dos símbolos do processo de reconstrução do Corinthians. Como financeiramente a proposta foi tentadora —o clube do Parque São Jorge está disposto a pagar o teto salarial e mais luvas diluídas ao longo do contrato—, o atacante sinalizou que gostaria de assinar com o Alvinegro.

Nas últimas 36 horas, justamente após a assinatura da rescisão contratual com o Shandong Taishan, da China, Roger Guedes foi procurado por outras equipes brasileiras. O desejo do jogador, no entanto, é trabalhar no CT Joaquim Grava.

Caso a negociação seja confirmada, a chegada de Roger Guedes ao Parque São Jorge seria encarada como uma vitória do Corinthians no mercado da bola. Clubes com maior poder de investimento, como Flamengo e Palmeiras, chegaram a ter algum tipo de conversa com o atleta nos últimos meses, mas não obtiveram êxito.

Corinthians