PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pablo marca, São Paulo vence o Sport e sobe na tabela do Brasileirão

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/08/2021 22h26

Classificação e Jogos

O São Paulo venceu o Sport por 1 a 0 na noite de hoje (22), na Ilha do Retiro, pela 17ª rodada do Brasileirão, e subiu na tabela de classificação. O gol foi marcado por Pablo, centroavante que foi bastante contestado pela torcida após a eliminação pelo Palmeiras na Copa Libertadores.

Com o resultado, o Tricolor Paulista chega a 21 pontos e vai para o 12º lugar —estava em 14º. Além do respiro na tabela, o triunfo serve, na visão do técnico Hernán Crespo, para tentar afastar a derrota pelo torneio continental para trás. Na chegada à Ilha do Retiro, o argentino falou sobre a dificuldade que era superar um baque desses. Em campo, ele viu um time que esteve longe de ser brilhante, mas que ao menos conseguiu o resultado positivo.

Na próxima rodada, o Leão recebe a Chapecoense na Ilha do Retiro, no sábado (28), às 17h (horário de Brasília). A equipe pernambucana, que teve o ídolo são-paulino Hernanes em campo como titular, permanece com 15 pontos, na 18ª posição.

Já o time de Hernán Crespo volta a campo antes disso, na quarta-feira (25), às 21h30, para encarar o Fortaleza no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileiro, jogará no domingo (29) contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS.

São Paulo marca logo no início

O São Paulo apertou os donos da casa nos primeiros minutos da partida, e a pressão fez efeito: aos 4 minutos, Pablo abriu o placar para o Tricolor. Depois, o jogo esfriou. Com o placar favorável, o time paulista recuou e o Sport avançou, mas foi pouco criativo e levou perigo poucas vezes à meta de Tiago Volpi, sobretudo em bolas aéreas.

Criticado, Pablo aumenta contagem na temporada

Um dos principais alvos pela torcida são-paulina após o gol perdido contra o Palmeiras, quando o Tricolor perdia por 1 a 0, Pablo foi às redes e abriu o placar na Ilha do Retiro. O camisa 9 recebeu ótimo passe de Rodrigo Nestor, dominou e tocou na saída de Maílson para marcar. Com o tento de hoje, o atacante chega a 13 gols, isolado como artilheiro do time na temporada.

Reencontro com Hernanes

O confronto na Ilha marcou o reencontro entre Hernanes e São Paulo, clube pelo qual é ídolo, —também foi o primeiro jogo da carreira do meio-campista contra o Tricolor. No Brasil, além da equipe paulista, ele havia atuado apenas pelo Santo André, antes mesmo de se firmar como profissional pelo time do Morumbi. Em campo, o camisa 8 teve uma atuação apagada, algo que contribuiu para o desempenho pouco criativo do Leão do ataque.

Bolas aéreas voltam a levar perigo

As bolas aéreas voltaram a colocar o time de Crespo em situação de vulnerabilidade. Em lances no primeiro e no segundo tempo, Volpi teve de trabalhar para evitar o gol de empate após jogadas pelo alto. As últimas duas derrotas do Tricolor no Brasileirão tiveram gols com origem nesse tipo de lance —três na goleada por 5 a 1 do Flamengo e o único do triunfo do Fortaleza. O problema tem sido recorrente para a equipe nesta temporada.

Benítez começa mais um jogo no banco; Luciano volta

O fato de Martín Benítez não ter saído do banco na segunda partida contra o Palmeiras motivou muitos questionamentos por parte dos são-paulinos —na ocasião, embora relacionado, ele não tinha condições de jogo. Contra o Sport, o meia argentino voltou a ser reserva. Dessa vez, porém, ele entrou em campo na segunda etapa, aos 32 minutos, no lugar do compatriota Rigoni. Outro atleta não utilizado contra o time alviverde foi Reinaldo, que desta vez não foi ao jogo pois estava suspenso.

Benítez foi o último substituo chamado por Crespoi, depois de Luan, Diego Costa, Igor Gomes e Luciano, essa uma grande notícia para a torcida. O atacante não ia a campo desde 20 de junho, em derrota para o Santos, na Vila Belmiro.

Tabu continua

Antes de a bola rolar neste domingo, o São Paulo sustentava um tabu de quase 20 anos sem perder do Sport na Ilha do Retiro. A última derrota havia sido em 2001. Com o resultado deste domingo, o Tricolor estendeu o tabu por pelo menos mais uma temporada.

Substituições conservadoras após eliminação na Liberta

Antes do jogo, o técnico Hernán Crespo destacou o peso do jogo após uma eliminação como ocorreu contra o Palmeiras, na Libertadores. "O jogo seguinte a um mata-mata, classificados ou eliminados, é sempre muito difícil", disse ele. E o treinador argentino valorizou o resultado em campo: no segundo tempo, com a vitória parcial no placar, quase todas as substituições do Tricolor reforçaram o setor defensivo da equipe. O volante Luan e o zagueiro Diego Costa entraram, e os atacantes Vitor Bueno e Joao Rojas saíram, por exemplo.

Amarelado, Liziero perde a próxima partida

Aos 41 minutos da primeira etapa, Liziero levou o cartão amarelo após jogar a bola para longe em um lance de falta. Como foi o terceiro do jogador, ele está fora do confronto diante do Juventude, no próximo domingo (29).

Ficha técnica

Sport 0 x 1 São Paulo

Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE

Hora: 20h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Cartões amarelos: Paulinho Moccelin (Sport); Liziero (São Paulo) e Léo (São Paulo)

Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Pablo (São Paulo), aos 4 minutos do 1º tempo

Sport: Mailson; Hayner, Sabino, Pedro Henrique e Sander (Chico); Marcão, José Welison (Thiago Neves) e Hernanes (Luciano Juba); Paulinho Moccelin, Everton Felipe (Mikael) e André (Cristiano). Técnico: Umberto Louzer.

São Paulo: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Miranda e Léo; Liziero (Igor Gomes), Rodrigo Nestor e Vitor Bueno (Luan); Rojas (Diego), Rigoni (Benítez) e Pablo (Luciano). Técnico: Hernán Crespo.

Futebol