PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fluminense diz que torcida não terá faixa em dois setores do Maracanã

Maracanã enfeitado com mosaico do Fluminense em jogo pela Libertadores - Lucas Merçon/Fluminense
Maracanã enfeitado com mosaico do Fluminense em jogo pela Libertadores Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/07/2021 17h04

O Fluminense informou em nota que o Maracanã não terá ornamentações em dois setores da arquibancada para o jogo de amanhã (31), contra o Criciúma, confronto de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Na versão do clube, "por conta de desentendimento ocorrido entre membros de torcidas organizadas do Fluminense na tarde desta sexta (30), no Maracanã, e baseada na solicitação da segurança do estádio, a diretoria do Clube decidiu interromper o trabalho de colocação de faixas e bandeiras nos setores Sul e Norte para o jogo".

Circula nas redes sociais um vídeo no qual torcedores aparecem brigando enquanto preparavam as faixas no Maracanã.

Uma organizada alegou que a diretoria vetou a colocação de faixas no estádio para o duelo contra os catarinenses. Segundo essa organizada, a ideia era posicionar na arquibancada a frase: "Lutem até o fim".

Ontem (29), houve protesto na porta do CT, feito por outra torcida organizada. Os principais alvos foram o lateral-esquerdo Egídio, o meia Ganso, além do técnico Roger Machado. Alguns jogadores, como Nenê, pararam na entrada e conversaram com o grupo de torcedores. Uma faixa dedicada a Egídio tinha a frase: "Como faz filho se não sabe cruzar".

Como perdeu no jogo de ida por 2 a 1, o Flu precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença para chegar às quartas de final sem precisar dos pênaltis.

Fluminense