PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Maracanã com 10% desagrada e Flamengo mira outras praças para Libertadores

Mosaico da torcida do Flamengo durante partida contra Fluminense no estádio Maracanã pelo campeonato Carioca 2021 - Thiago Ribeiro/AGIF
Mosaico da torcida do Flamengo durante partida contra Fluminense no estádio Maracanã pelo campeonato Carioca 2021 Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

30/07/2021 11h32

Classificação e Jogos

A liberação de 10% do Maracanã não agradou o Flamengo e o clube mira outros locais para mandar o jogo contra o Olimpia (PAR), válido pelas quartas de final da Libertadores.

Internamente, a cúpula rubro-negra entende que abrir o estádio para poder contar com cerca de 7 ml torcedores representaria prejuízo certo aos cofres do clube.

O Fla classificou a medida como um gesto meramente político de "liberar sem liberar" e a carga disponibilizada não atende aos anseios do Fla, que encarou o Defensa y Justicia (ARG) no Mané Garrincha.

O estádio na capital surge como uma possibilidade para esse novo confronto, mas João Pessoa também faz lobby para que o jogo diante dos paraguaios seja na Paraíba.

Pelo que foi determinado pela Prefeitura do Rio, o jogo no Maraca teria de estar submetido a algumas condições. Seria obrigatório esquema vacinal contra a covid completo (com ao menos 15 dias antes) ou PCR negativo com 48 horas de antecedência. O uso de máscaras e o distanciamento social também foram determinados.

A partir do dia 2 de setembro, o Rio vai iniciar um plano de retomada anunciado pela Prefeitura do Rio. A volta do público aos estádios está contemplada já nessa primeira fase, mas apenas pessoas com as duas vacinas terão acesso aos 50% de assentos disponíveis.

O Fla queria 30% da carga para o duelo, mas a Prefeitura entendeu ser inadequado o número e se baseou na experiência da final da Copa América para tomar a decisão.

Flamengo