PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro passa 33% das rodadas no Z-4 da Série B desde o rebaixamento

Em 12 jogos, Mozart soma seis empates, duas vitórias e quatro derrotas no comando do Cruzeiro - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Em 12 jogos, Mozart soma seis empates, duas vitórias e quatro derrotas no comando do Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

26/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

O torcedor do Cruzeiro vive um drama ao assistir o clube definhar financeiramente e, em campo, apresentar desempenho pífio na Série B do Campeonato Brasileiro —longe, atualmente, de qualquer perspectiva de retorno à Primeira Divisão. Desde o ano passado a vida da Raposa não tem sido nada fácil dentro de campo. Tanto que das 52 rodadas disputadas entre 2020 e 2021 nesse campeonato, o time celeste esteve por 17 oportunidades na zona de rebaixamento.

Isso quer dizer que o Cruzeiro tem 33% de assiduidade na parte mais perigosa da tabela de classificação desde o ano passado. A equipe hoje ocupa uma das vagas no Z-4 da Série B, na 19ª e penúltima colocação depois de o Brasil de Pelotas ter vencido o Avaí, fora de casa, ontem (25).

Para piorar o que já é muito ruim, em toda sua participação na Segunda Divisão, até aqui, o Cruzeiro nunca esteve em posição superior ao décimo lugar. Já são mais de 50 rodadas sem sequer passar a metade da tabela, quanto mais acessar o G-4, zona de acesso, que é o sonho de todo clube que disputa a competição.

Sob o comando de Mozart, treinador que sofre enorme pressão pela falta de vitórias — a Raposa não vence há oito rodadas —, o Cruzeiro não dá muitas mostras de que pode alterar o seu panorama atual.

"Bom, me frustram os resultados negativos, de seis empates e duas derrotas [corrigindo: cinco empates e três derrotas], isso pode ter certeza que me frustra. Assim, me frustra menos as críticas, porque eu estou numa posição de um grande clube que realmente é passível de elogios, de críticas e isso eu acho bem normal na minha profissão", disse Mozart após o empate em 0 a 0 com o Vila Nova, no último sábado.

Com apenas 12 pontos conquistados em 14 jogos, o Cruzeiro apresenta 28,6% de aproveitamento na Série B de 2021. O treinador, alvo de críticas, inclusive com o pedido de sua saída por meio da hashtag "Fora Mozart" nas redes sociais, entende o momento e as reclamações por parte dos cruzeirenses.

"A crítica é normal, principalmente por parte do torcedor. Acho natural a insatisfação. Pode ter certeza que estamos bem incomodados com essa situação, oito jogos sem ganhar na colocação em que estamos. Na minha opinião, com toda humildade e crítica ao meu trabalho, poderíamos ter pelo menos seis pontos a mais. Pelo menos", admitiu o treinador.

E nem mesmo computando os seis pontos imaginados por Mozart o Cruzeiro conseguiria superar o décimo lugar, ponto mais alto atingido pelo clube até aqui em duas participações na Série B.

Números

Em 52 jogos na Série B, o Cruzeiro soma 16 vitórias, 19 empates e 17 derrotas. Foram 55 gols marcados e 55 sofridos, obtendo aproveitamento geral de 43%.

Cruzeiro