PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Grêmio escuta novo apelo de Felipão por reforços e promete chegadas

Felipão orienta o time em Grêmio e América-MG - RICHARD DUCKER/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Felipão orienta o time em Grêmio e América-MG Imagem: RICHARD DUCKER/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/07/2021 04h00

Classificação e Jogos

Luiz Felipe Scolari pediu de novo. Hoje (24), depois do empate por 1 a 1 com o América-MG, o treinador do Grêmio voltou a apelar por contratações. O técnico chegou a dizer que espera novidades sobre reforços na próxima semana. A diretoria, pouco depois, admitiu que corre para fechar negócios no mercado da bola.

O Grêmio chegou a sete jogos seguidos sem vitória em casa na temporada. No Brasileirão, em seis partidas como mandante, o clube ainda não ganhou nenhuma.

"Sim, até já falamos sobre isso [contratações]. Temos um grupo de lesionados, que até podem ser titulares deste time, mas estão lesionados. Precisamos ter algumas definições nesta semana de, no mínimo, dois jogadores que possam solucionar problemas que nós estão passando para a direção", disse Felipão após jogo da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Grêmio insistiu na sondagem por Luiz Adriano, no Palmeiras, mas ao longo da sexta-feira (24) desistiu de avançar pelo centroavante ex-Inter. O volante Junior Urso, ex-Corinthians e Atlético-MG, também foi sondado. Antes, a diretoria fez oferta para Paulinho, ex-Barcelona, que no dia seguinte fechou com o Al-Ahly, da Arábia Saudita.

"A diretoria tem tentado. Os atletas que a gente pensa podem estar na Europa, mas em pré-temporada. Podem estar na China, mas faz seis meses que não jogam. Tem uma série de cuidados que a gente tem falado. Contratar por contratar não vale a pena. Vamos procurar alternativas e quando a gente encontrar, a direção vai fazer o possível", citou Scolari, em nova resposta sobre contratações.

"Nós temos necessariamente que trazer reforços. Isso será feito, a gente já falou sobre isso. Estamos trabalhando dia e noite para isso, literal, dia e noite para isso. E vamos fazê-lo", disse Marcos Herrmann, vice de futebol do Grêmio.

Grêmio