PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sport vence o América-MG em Belo Horizonte e deixa o Z4

Colaboração para o UOL

19/07/2021 22h05

Em confronto bastante truncado, de poucas oportunidades e baixo nível técnico, o Sport conseguiu importante vitória sobre o América-MG, por 1 a 0, na noite de hoje (19), no Independência, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o Leão conseguiu sair da zona de rebaixamento, chegando a dez pontos na 16ª colocação. O time deixou para trás justamente o Coelho que caiu para o 17º lugar, com um ponto a menos.

O gol no final, marcado por Paulinho Moccelin validou a estratégia adotada pelos visitantes, que foram a campo apostando nos contra-ataques durante todo o duelo. E foi numa jogada rápida, aos 41 minutos do segundo tempo, que acabou definindo o triunfo, contra um adversário que teve mais volume de jogo, mas foi pouco incisivo diante de um verdadeiro ferrolho defensivo.

Na próxima rodada, o América terá novo jogo de seis pontos, contra o Grêmio, no Rio Grande do Sul, no sábado, às 17h (de Brasília). Já o Sport recebe o Ceará, na Ilha do Retiro, no domingo, às 20h30 (de Brasília).

Times em busca de solução

As equipes estavam com sérios problemas na escalação. O América, por exemplo, não tinha a possibilidade de contar com seu atacante principal Ribamar, que se contundiu no último duelo. Diante disso, a opção de Vagner Mancini foi mudar o sistema tático.

O Sport, por sua vez, tinha ainda mais problemas. Devido às complicações financeiras vividas pelo clube, alguns jogadores estão deixando o grupo, como Thiago Neves e Patric. Ambos já conversaram com a diretoria e, apesar de nada estar definido, tendem a procurar novos ares

Jogo fraco

Com tantos desfalques, o jogo perdeu em qualidade. A primeira etapa, de modo geral, mostrou isso. As equipes não se encontravam e erravam muitos passes no meio campo. As chances de gol eram poucas. A melhor ocorreu justamente em um erro na saída de bola do América. Logo aos cinco minutos, Everaldo roubou a bola no meio, deixando para Zé Welison. O volante driblou e tocou para Marcão, que não conseguiu finalizar com qualidade.

América controla, mas não consegue nada

O Coelho até controlou o jogo até os 30 minutos de jogo. Apesar de algumas falhas pontuais, a equipe de Vagner Mancini conseguiu reteve a bola, mas não tinha criatividade ou movimentação suficiente para superar a defesa pernambucana.

Sport tenta em contra-ataques

Sem conseguir ser criativo, com poucas opções, o Leão apostava nos contra-ataques. Após os 30 minutos, eles ficaram mais frequentes. O América estava afobado tentando marcar o primeiro gol e errava bolas no meio campo. A falta de qualidade do ataque do time de Recife, no entanto, também contribuía para o zero ser mantido até o fim do primeiro tempo.

Intervalo sem resultado

Assim como na etapa inicial, no segundo tempo o jogo também era ruim. A partida ficou truncada. O técnico Vagner Mancini precisou fazer alterações na equipe, uma por ordem médica e outra querendo algo novo na equipe. Porém, o treinador tirou Carlos Alberto que era uma opção de velocidade diferenciada na frente. O América passou a ter ainda mais dificuldades.

Sport acredita

O técnico Umberto Louzer, que chegou a Belo Horizonte com um time pensando primeiro claramente em se defender, passou a acreditar na possibilidade da vitória. Para isso, promoveu mudanças na equipe, colocou dois atacantes, embora ainda seguia com a aposta nos contra-ataques.

Aos 40 isso aconteceu. Em chegada com velocidade, Paulinho Moccelin, que tinha acabado de entrar em campo, recebeu na esquerda, ajeitou a bola e colocou no ângulo de Matheus Cavichioli, sem chances para o goleirão.

Ficha Técnica

América 0 x 1 Sport

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 19 de julho de 2021 (Segunda-feira) Horário: 20h (de Brasília)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ) V

Cartões amarelos: Betinho (Sport); Zé Vitor (América)

Gol: Paulo Moccelin (Sport)

América: Matheus Cavichioli, Eduardo (Diego Ferreira), Eduardo Bauermann, Ricardo Silva, Zé Vítor, Alan Ruschel (João Paulo), Juninho Valoura, Juninho, Fabrício Daniel, Felipe Azevedo (Marcelo Toscano), Carlos Alberto (Yan Sasse) (Gustavo). Técnico: Vagner Mancini.

Sport: Mailson, Hayner, Rafael, Sabino, Chico, Marcão, Zé Welison (Ronaldo Henrique), Thiago Lopes (Paulinho Moccelin), Gustavo (Betinho), Everaldo (Tréllez), Mikael (André). Técnico: Umberto Louzer

Futebol