PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Substituto de Jesus, Cebolinha diz que seleção jogará final "por ele"

Éverton Cebolinha durante zona mista virtual da seleção brasileira; ele disputou cinco jogos na Copa América - Reprodução/CBF TV
Éverton Cebolinha durante zona mista virtual da seleção brasileira; ele disputou cinco jogos na Copa América Imagem: Reprodução/CBF TV

Danilo Lavieri e Gabriel Carneiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

08/07/2021 15h11

Classificação e Jogos

A expulsão de Gabriel Jesus no jogo contra o Chile, pelas quartas de final da Copa América, abriu uma vaga para a escalação de Éverton Cebolinha na última segunda-feira, diante do Peru. O Brasil se classificou para a final e recebeu a notícia de que a suspensão do titular foi ampliada para mais um jogo, o que o torna desfalque no sábado (10), às 21h, contra a Argentina, no Maracanã. Assim, o cenário mais provável para a decisão tem o jogador do Benfica novamente como titular.

"Foi muito pela suspensão do Jesus que eu tive a oportunidade, o professor optou por mim no último jogo. Se ele optar por mim de novo eu vou procurar dar o meu melhor, estamos todos preparados nesse foco", disse o jogador, que promete dedicar a atuação ao companheiro que não estará em campo:

"Ficamos tristes e surpresos [com a suspensão], porque não esperávamos. Foi um lance totalmente acidental, não esperávamos que ele pudesse pegar mais de um jogo. Ficamos tristes pelo companheiro, sabemos que ele queria muito estar nessa final, sente muito, mas temos que levantar a cabeça por ele, fazer por ele dentro de campo. Se o professor optar por mim ou qualquer outro jogador vamos dar nosso melhor."

Cebolinha disputou cinco partidas desta Copa América e contribuiu com uma assistência, contra o Equador. Ele foi campeão do mesmo torneio em 2019 como titular e um dos destaques do time, mas diz que agora está ainda mais maduro porque trocou o Grêmio pelo futebol europeu há um ano.

"Eu cresci muito desde a minha primeira convocação por conviver com jogadores desse nível de escalão europeu e o próprio professor Tite. Agora jogando na Europa as coisas mudaram drasticamente em relação ao futebol brasileiro seja na parte física, técnica, tática, tenho evoluído bastante e espero seguir assim para continuar dentro da seleção."

Leia outras declarações de Cebolinha:

Vivendo um sonho

"Toda final é sonhada, a gente trabalha para chegar nesse objetivo e conquistar o título. Creio que disputar uma final já é um sonho, por ser contra a Argentina e se tratar de um clássico ficamos mais felizes e lisonjeados de participar desse jogo vestindo a camisa da seleção. Temos nos preparado bem para entrar lá, fazer um grande jogo e conquistar esse campeonato."

De reserva a titular

"Temos muitos jogadores de qualidade, assim como foi em 2019. Aqui estão jogadores de altíssimo nível, como os que ficaram fora também. Mas vamos com humildade buscando nosso espaço, buscando desempenhar aquele melhor futebol dentro de campo, o que o professor pede, e se for eu ou qualquer outro jogador estará em boas mãos (...) É um elenco muito competitivo, tem jogadores de altíssimo nível e em excelentes momentos. Buscamos sempre ajudar se começamos jogando ou se entramos durante, fazer o que o professor nos pede. Tem que estar sempre preparado para dar conta do recado."

Seleção Brasileira