PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Claudinho diz que jogaria no Flamengo e analisa passagem pelo Corinthians

Claudinho, no Reb Bull Bragantino - Reprodução/Instagram
Claudinho, no Reb Bull Bragantino Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/07/2021 12h55

Craque, revelação e artilheiro do Campeonato Brasileiro 2020, o meia Claudinho, do Red Bull Bragantino, afirmou que gostaria de jogar no Flamengo um dia. O jogador também falou sobre uma possível transferência para a Europa, dizendo que sonha em jogar a Liga dos Campeões.

"Sempre respeitando o Red Bull Bragantino, eu jogaria no Flamengo. É um grande clube. Tenho essa vontade de jogar", declarou o jogador em entrevista ao canal Camisa 21, no YouTube.

"Essas coisas de Europa começam a ficar mais concretas quando a janela de transferências abre. Aí, esquenta mais. Teve conversas com o RB Leipzig e o Zenit, mas algo concreto deve começar agora. Já falei o que eu quero para o presidente, meu empresário. Estou feliz aqui, mas se for para sair, acontecer algo, que seja bom para mim e para o clube. (...) Hoje, pelo mesmo salário, eu escolheria a Europa. Tenho o sonho de jogar a Liga dos Campeões", continuou.

Sem mágoas do Corinthians

Contratado pelo Corinthians em 2015 para o time sub-20, Claudinho foi promovido para o time principal com Tite, mas não teve muitas chances e acabou emprestado antes de deixar o time em 2017. O jogador disse que não tem mágoas do clube ou do treinador, pois entende que aquela equipe estava "muito encaixada".

"Não tenho mágoa do Corinthians. Até porque eu fui para o sub-20 e subi muito rápido, com poucos meses de clube. O Tite me subiu porque viu algo diferente. Mas era muito difícil jogar no time de 2015 porque era um time muito encaixado. No meio tinha Jadson e Renato Augusto. O time estava muito bem. Eu sabia que era difícil jogar ali. Eu entendo a falta de oportunidade. Não foi culpa do Corinthians ou minha"

"O Tite me subiu muito rápido, ele via algo diferente, mas não tinha como me colocar no time titular. Ele queria que eu jogasse. Tinha uma parceria com o Bragantino em 2016 e ele me disse que ia me emprestar para dar minutagem, para eu voltar no ano seguinte. Quando foi a hora de voltar, ele tinha ido para seleção"

Claudinho ainda falou sobre a possibilidade de voltar ao time alvinegro e ponderou que este caminho não faz parte de seus planos no momento.

"Não tem como ir para o Corinthians agora. É uma realidade muito distante. Tudo o que eu quero, que eu planejo, eu tenho aqui. Então, se for para sair daqui, eu quero ir para a Europa, algo assim, uma coisa diferente", finalizou.

Futebol