PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Esta camisa impõe respeito", diz zagueiro do Uruguai antes das quartas

Giménez (d) acredita que a seleção uruguaia merece respeito por sua história - AFP PHOTO / Pascal GUYOT
Giménez (d) acredita que a seleção uruguaia merece respeito por sua história Imagem: AFP PHOTO / Pascal GUYOT

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

02/07/2021 14h05

Classificação e Jogos

Para José Maria Giménez, a camisa da seleção uruguaia impõe respeito para as quartas de final da Copa América. Segundo o defensor, a maior virtude desta equipe é ter a força da história que a Celeste carrega.

"O Uruguai, historicamente, demanda muito respeito. Esta camisa impõe respeito. É sempre uma seleção que vai competir. Se somos candidatos ou não, quem decide são as pessoas que opinam. No mundo de hoje as pessoas falam o que querem. Mas nossa mentalidade é muito clara, de sempre competir", afirmou o zagueiro do Atlético de Madri.

O Uruguai terá pela frente a seleção colombiana nas quartas de final da Copa América, amanhã (3), no Mané Garrincha, às 19h (de Brasília). E para o defensor, a maior virtude da equipe reside na força de sua história.

"Nossa maior virtude é ter esta camisa no peito. Todos juntos, com humildade e sacrifício, sabemos o que podemos fazer", disse. "Todas as equipes cometem erros e têm suas virtudes nos jogos. Nós, humildemente, corrigimos os nossos e potencializamos nossas virtudes. Este Uruguai pode mais, sem dúvida, mas vamos fazer de tudo para chegar a ser o Uruguai que queremos", contou.

Quem vencer o duelo terá pela frente o ganhador do jogo entre Argentina e Equador. A semifinal será em Brasília, dia 6.

Esporte