PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juventude faz 2 a 0, e lanterna Grêmio continua sem vencer no Brasileirão

Paulinho Bóia comemora o primeiro gol do Juventude na vitória sobre o Grêmio, pela oitava rodada do Brasileirão - Pedro H. Tesch/AGIF
Paulinho Bóia comemora o primeiro gol do Juventude na vitória sobre o Grêmio, pela oitava rodada do Brasileirão Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

30/06/2021 23h22

Classificação e Jogos

O Juventude venceu a segunda seguida no Campeonato Brasileiro. Hoje (30), em Caxias do Sul, o time alviverde fez 2 a 0 no Grêmio em jogo com temperatura perto de zero grau. O frio no estádio Alfredo Jaconi não impediu a equipe da casa de controlar o duelo válido pela oitava rodada do Brasileirão. O placar afunda os gremistas na crise, na lanterna, e prolonga o jejum. A equipe comandada por Tiago Nunes ainda não venceu no torneio.

Paulinho Bóia e Matheus Peixoto fizeram os gols do Juventude. O Grêmio não chegou nem perto de balançar as redes.

A partida em Caxias do Sul foi de estratégia do time da casa. O Juventude conseguiu controlar o duelo, mesmo sem a bola, e foi letal no ataque. Gabriel Chapecó, goleiro gremista, ainda fez ao menos duas defesas para evitar placar maior.

Com o resultado, o Juventude chega aos 12 pontos no Brasileirão e ocupa a sexta posição. O Grêmio continua com dois. A equipe acumula quatro derrotas e dois empates — os duelos com Flamengo e Cuiabá foram adiados e ainda não têm data para ocorrer.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Atlético-GO, em Porto Alegre. O Juventude pega a estrada e vai jogar contra o Ceará, na Arena Castelão. As duas serão no domingo (4).

Quem foi bem: Paulinho Bóia

Atacante acertou bonito chute da entrada da área e abriu o placar ainda no primeiro tempo. Até ser substituído, atacante criou problemas para o Grêmio com base na velocidade diante dos espaços cedidos.

Juventude espera e ataca espaço

O Juventude deixou a defesa e meio-campo próximos, fechou espaços e deu a bola ao Grêmio. Com o adversário cheio de volume e com pouca profundidade, o time de Caxias do Sul apostou na transição rápida para chegar à frente. Deu certo. Wescley, Castilho e Paulinho Bóia criaram as melhores oportunidades a partir dos espaços concedidos.

Grêmio esbanja volume, mas não cria

O meio-campo do Grêmio ganhou opções de passe curto, pela mobilidade de Darlan (novidade na escalação), mas faltou quase tudo para o time atacar. Sem profundidade, restou a Douglas Costa levar o time adiante e arriscar chutes de fora da área.

Se na frente a atuação foi fraca, atrás esteve pior. Com espaço à frente da área, o Grêmio sofreu com contra-ataques do Juventude. Levou o primeiro gol com rebote naquele setor e escapou de tomar mais ainda no primeiro tempo.

Jean Pyerre entra e gera lampejo

Na volta do intervalo, Tiago Nunes botou Jean Pyerre e Ricardinho nas vagas de Darlan e Diego Souza. As mudanças deram algo novo ao Grêmio. Mas foi por pouco tempo. Nos primeiros 20 minutos da etapa final, o time gremista pressionou mais e até esteve perto da área. Faltou contundência. No fim, o ritmo caiu e a individualidade voltou a ser a base da maneira de atacar.

Marquinhos Santos monta 5-3-2 e espera

A vantagem não deixou o Juventude acomodado. O time seguiu organizado e com contra-ataque armado, durante todo o segundo tempo. Não à toa, houve chance em chutes de fora da área que Gabriel Chapecó espalmou. Na reta final, Marquinhos Santos armou um esquema com três zagueiros para ocupar a área e deixar a equipe ainda mais voltada à transição ofensiva.

Matheus Peixoto aproveita falha e amplia

A situação do Grêmio ficou ainda pior aos 37 minutos do segundo tempo, quando o Juventude chegou ao segundo gol. O zagueiro Paulo Miranda tentou recuar para Gabriel Chapecó, mas o passe saiu fraco e Matheus Peixoto aproveitou para mandar a bola para a rede na saída do goleiro gremista.

FICHA TÉCNICA:

JUVENTUDE 2 x 0 GRÊMIO
Motivo: Oitava rodada do Brasileirão
Data e hora: 30/06/2021 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Auxiliares: Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Evandro Melo de Lima (SP)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Elton, Vitor Mendes e Chico (JUV); Tiago Nunes (GRE)
Gols: Paulinho Bóia, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Matheus Peixoto, aos 37 minutos do segundo tempo (JUV)

JUVENTUDE: Marcelo Carné; Michel, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Elton (Cleberson), Matheus Jesus (Sorriso), Castilho, Wescley (Fernando Pacheco) e Paulinho Bóia (Chico); Matheus Peixoto (Didi). Técnico: Marquinhos Santos

GRÊMIO: Gabriel Chapecó; Rafinha (Vanderson), Geromel, Paulo Miranda, Diogo Barbosa (Léo Pereira); Darlan (Jean Pyerre), Matheus Henrique (Luiz Fernando), Victor Bobsin, Douglas Costa e Ferreira; Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Tiago Nunes

Futebol