PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após discussão com Tiago Nunes, Matheus se desculpa: 'É o nosso comandante'

Matheus Henrique comemora gol contra o Santos - Pedro H. Tesch/AGIF
Matheus Henrique comemora gol contra o Santos Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/06/2021 23h55

Classificação e Jogos

O meia Matheus Henrique, do Grêmio, foi a público após o empate por 2 a 2 contra o Santos, em Porto Alegre, para pedir desculpas ao técnico Tiago Nunes por reclamar de uma cobrança do comandante do Tricolor durante a partida na noite de hoje (24), pela sexta rodada do Brasileirão.

Após um errar em uma saída de bola no primeiro tempo, o treinador chamou a atenção do atleta, que respondeu. A discussão seguiu por alguns instantes e depois cessou.

"Vim pedir para falar [em entrevista] por isso. Quero pedir desculpas em público ao professor Tiago Nunes, ao nosso grupo, à nossa torcida. Estou aqui há muitos anos, desde a base, e nunca tive problemas com ninguém", afirmou Matheus, que contou ter abraçado o treinador durante o intervalo do jogo, já depois da confusão.

O meio-campista comentou que a situação recente do Tricolor, que continua na última posição do Brasileirão, influenciou no momento da reação à bronca do técnico. "A gente estava com três derrotas seguidas, estava ganhando o jogo e aí tomamos o gol. Ele me cobrou e eu respondi. Eu estou errado, ele é nosso comandante", se justificou.

A respeito da partida, na qual os gremistas estiveram duas vezes à frente do placar, mas sofreram o empate na Arena, Matheus Henrique reconheceu que sua equipe deixou a desejar, mas observou uma mudança na atuação em relação aos jogos passados.

"A postura foi agressiva. Não ficamos satisfeitos pelo empate, mas tem muita coisa boa a tirar desse jogo", comentou o camisa 7, que marcou o segundo gol tricolor na partida.

Diego Souza vê Grêmio merecedor e critica arbitragem

Para o atacante Diego Souza, decisivo contra o Santos com um gol e uma assistência, o Grêmio foi melhor em campo e mereceu a vitória.

"A equipe do [treinador Fernando] Diniz é muito qualificada e dá muito trabalho. Mas nossa equipe, pela postura que teve e coragem que teve, merecia a vitória", afirmou o experiente atleta.

O artilheiro gremista na temporada também fez críticas sobre a arbitragem na Arena, à qual classificou como confusa: "Tá chato. Muita coisa acontecendo. Arbitragem meio confusa, e isso vai irritando e tirando a gente da partida".

Com o resultado, o Grêmio segue na lanterna, agora com um ponto em quatro jogos, dois a menos que as outras equipes do Brasileirão. Na próxima rodada, na noite de domingo (27), o Tricolor recebe o Fortaleza.

Futebol