PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fãs brasileiros preferem Messi a Neymar e vibram em chegada da Argentina

Ilir (d) e Samuel (e) são fãs de Messi e esperam delegação argentina em Brasília - Marinho Saldanha/UOL
Ilir (d) e Samuel (e) são fãs de Messi e esperam delegação argentina em Brasília Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

17/06/2021 21h18

Classificação e Jogos

Ilir Prendi não é um nome comum no Brasil. E a preferência dele no futebol também não. O corintiano de 15 anos disse que é mais fã de Messi do que de Neymar. Ele ainda não vê problema se a Argentina ganhar a Copa América. Aliás, até prefere.

Hoje (17), o jovem esteve, acompanhado do amigo Samuel Amirom e do pai Edi Prendi na chegada da seleção argentina. Desde horas antes, munido de um cartaz, estava empenhado em tentar um autógrafo, uma palavra, um aceno, qualquer coisa. Não conseguiu muito, mas valeu a pena.

Em uma cartolina estava escrito: "Welcome, Messi", o nome de Ilir e "gooolll". O cartaz era estampado para todos os lados. O inglês utilizado como língua universal.

"Pensamos numa forma de chamar atenção dele. Ele é meu maior ídolo desde pequeno. Sou muito fã do Messi", contou ao UOL Esporte. "Eu gosto mais dele que do Neymar, sem dúvida", completou. "Eu também, desde pequeno, gosto muito do Messi, muito antes do Neymar", acrescentou Samuel.

E se a Argentina jogar com Brasil? E se for campeã? Para ele, não tem problema algum.

"O Brasil já ganhou em 2019, seria muito bom ver o Messi campeão, ele merece", falou. "Acho que num jogo eu torceria para os dois, mas acho que a Argentina poderia ser campeã", completou.

Não houve muito mais do que um aceno com as mãos. Os jogadores da Argentina passaram rapidamente para o hotel que serve de concentração em Brasília. Amanhã (18), a equipe de Messi e companhia encara o Uruguai, às 21h (de Brasília), no Mané Garrincha.

Na torcida, estarão todos. Pelo menos na Copa América. "Na Copa do Mundo é outra história", finalizou Ilir. Lá, quem sabe, Neymar consiga vencer o argentino no coração do fã brasileiro.

Esporte