PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grafite recorda morte de Serginho após desmaio de Eriksen: 'Muito difícil'

Serginho e Grafite; zagueiro do São Caetano morreu após passar mal em campo, em 2004 - Fernando Santos/Folha Imagem
Serginho e Grafite; zagueiro do São Caetano morreu após passar mal em campo, em 2004 Imagem: Fernando Santos/Folha Imagem

Do UOL, em São Paulo

12/06/2021 15h20

Classificação e Jogos

O ex-atacante Grafite recordou da morte de Serginho, em 2004, durante partida entre São Paulo e São Caetano, ao falar sobre o meia Eriksen, da Dinamarca, que sofreu um desmaio em campo durante a partida contra a Finlândia, hoje, pela Eurocopa.

No ano de 2004, São Paulo e São Caetano se enfrentavam no estádio Morumbi quando, aos 14min do segundo tempo, o zagueiro Serginho, do São Caetano, caiu no gramado desacordado por conta de uma parada cardiorrespiratória e foi retirado de campo às pressas por uma ambulância. Horas depois foi confirmada a morte do defensor.

"Momento muito tenso, de tensão. É difícil toda essa tensão. Em 2004, no Serginho, a gente disputa um lance, ele estava agachado, pensei que estava cansado, cai em cima do meu pé. Para quem está ao lado, é um momento muito ruim, não tem como voltar para a partida", disse Grafite ao SporTV.

"Houve a paralisação da partida, continuamos umas semanas depois. Para quem vivencia isso, é muito difícil. É difícil, praticamente impossível, voltar [a jogar] no mesmo dia. No caso do Serginho, era muito difícil voltar naquele palco, no lugar onde ele veio a falecer", acrescentou o ex-atacante.

Eriksen foi atendido no gramado e recebeu massagem cardíaca dos médicos. Ele foi transferido para um hospital e, segundo a Federação Dinamarquesa, está acordado em estado estável, realizando exames.

O lance aconteceu no primeiro tempo. Após uma cobrança de lateral, ao dominar a bola, Eriksen caiu sozinho. A partida, realizada no Parken Stadium, em Copenhague, estava empatada por 0 a 0 e foi suspensa temporariamente pela Uefa. O jogo foi retomado quase duas horas depois.

Segundo a Uefa, os jogadores das duas seleções pediram para que a partida fosse concluída hoje. Boa parte da torcida permaneceu no estádio, cantando o nome de Eriksen.

Futebol