PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro perde nos pênaltis para a Juazeirense e sai da Copa do Brasil

Jogadores da Juazeirense comemoram triunfo sobre o Cruzeiro pela Copa do Brasil - IVAN CRUZ/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores da Juazeirense comemoram triunfo sobre o Cruzeiro pela Copa do Brasil Imagem: IVAN CRUZ/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em Belo Horizonte

09/06/2021 21h11Atualizada em 10/06/2021 00h21

Classificação e Jogos

Um jogo fraco, de muita correria e pouca qualidade, mas com emoção no fim. Assim foi Juazeirense x Cruzeiro, na noite de hoje (9), no estádio Adauto Morais, em Juazeiro, na Bahia, na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A partida estava empatada em 0 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, quando a equipe baiana fez o gol [com Thauan] e levou a decisão para os pênaltis. Acabou vencendo por 3 a 2 e fez história.

Aos 49 da etapa final, os jogadores do time mineiro reclamaram de uma bola que, segundo eles, teria ultrapassado a linha do gol de Calaça, após chute de Ramon. O próprio zagueiro no lance seguinte ainda acertou o travessão. Passado isso tudo e as cobranças penais, no fim deu Juazeirense, que passa de fase e garante R$ 2,7 milhões pela classificação às oitavas de final.

Má fase e festa

Juazeirense reza e celebra - IVAN CRUZ/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - IVAN CRUZ/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores da Juazeirense comemoram a vitória sobre o Cruzeiro pela Copa do Brasil
Imagem: IVAN CRUZ/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A desclassificação do Cruzeiro acende a luz vermelha na Toca da Raposa, resultando na demissão do técnico Felipe Conceição. Além do desfecho trágico na Copa do Brasil, a equipe celeste é a lanterna na Série B do Campeonato Brasileiro.

A Juazeirense faz história e garante uma grana que vai sustentar a equipe por toda a temporada e permitirá que o clube invista em seu centro de treinamento.

Agora o Cruzeiro volta sua atenção para a Série B do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso da Raposa é contra o Goiás, neste sábado (12), às 21h, no Mineirão, pela terceira rodada da competição. O time celeste é o lanterna da competição e precisa dar resposta em campo para somar seus primeiros pontos.

Pênaltis

Rômulo, do Cruzeiro, abriu as cobranças e perdeu. [0 a 0]
Kanu fez para a Juazeirense. [1 a 0]
Felipe Augusto também desperdiçou a segunda do Cruzeiro. [1 a 0]
Wendell bateu bem, no ângulo, e marcou o segundo da Juazeirense. [2 a 0]
Cáceres fez o primeiro do Cruzeiro. [2 a 1]
Ian fez o terceiro para a Juazeirense. [3 a 1]
Adriano fez o segundo para o Cruzeiro. [3 a 2]
Guilherme Lucena perdeu a cobrança. [3 a 2]
Matheus Barbosa perde e Cruzeiro é eliminado [3 a 2].

Quem foi bem: Thauan

Entrou no jogo, apareceu pelo menos em duas oportunidades claras de gol e fez o tento que levou a partida para os pênaltis. Jogador voluntarioso.

Quem foi mal: Eduardo e Airton

O zagueiro perdeu a posse de bola de forma infantil no campo defensivo da Juazeirense e proporcionou ataques perigosos ao Cruzeiro. O time mineiro é que não soube aproveitar as oportunidades geradas depois dos erros do adversário.

O atacante do Cruzeiro teve a chance de fazer o gol, mas perdeu oportunidade clara. Apenas correria.

Barrado

Depois de reclamar por ter sido substituído na derrota para o CRB, na segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Rafael Sóbis foi barrado pelo técnico Felipe Conceição. O atacante, que tinha condição de titular, ficou no banco de reservas contra a Juazeirense. Matheus Barbosa entrou em seu lugar.

Camarote improvisado

Torcedores da Juazeirense assistiram ao jogo em um camarote improvisado na laje de uma das casas que ficam ao lado do estádio Adauto Morais. A turma ficou de boa segurando copos de bebidas, acompanhando o jogo e xingando o juiz da partida.

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE-BA 1 (3) X 0 (2) CRUZEIRO

Motivo: Jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil
Data e horário: 9 de junho de 2021, às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Adauto Morais, em Juazeiro (BA)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Auxiliares: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Gol: Thauan, aos 40 minutos do segundo tempo.
Cartão amarelo: Eduardo, Clebson, Waldir, Kanu (JUA); Ramon, Matheus Neris, Stênio, Weverton (CRU)
Cartão vermelho: Matheus Pereira (CRU)

JUAZEIRENSE: Rodrigo Calaça; Guilherme Lucena, Eduardo (Wendell), Mineiro (Kanu) e Daniel Nazaré; Waguinho, Sapé (Waldir), Patrik e Clébson (Ian Augusto); Tony Galego (Thauan) e Kesley. Técnico: Carlos Rabello

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira (Kaiki); Matheus Neris (Paulo), Matheus Barbosa e Rômulo; Airton (Felipe Augusto), Bruno José (Stênio) e Guilherme Bissoli (Adriano). Técnico: Felipe Conceição.

Errata: o texto foi atualizado
O jogo foi disputado na cidade de Juazeiro (BA) e não em Juazeiro do Norte (CE), como inicialmente informado. O erro foi corrigido.

Cruzeiro