PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos vence Cianorte por 2 a 0 e fica perto de avançar na Copa do Brasil

Marinho, do Santos, comemora gol marcado contra o Cianorte, pela terceira fase da Copa do Brasil - Ivan Storti/SantosFC
Marinho, do Santos, comemora gol marcado contra o Cianorte, pela terceira fase da Copa do Brasil Imagem: Ivan Storti/SantosFC

Colaboração para UOL, em Santos

01/06/2021 20h57

Classificação e Jogos

O Santos venceu o Cianorte por 2 a 0 nesta noite (1), no Estádio Albino Turbay, em sua estreia pela Copa do Brasil 2021. O gols foram marcados por Kaio Jorge e Marinho.

O time do técnico Fernando Diniz foi superior desde o início da partida e teve maior posse de bola, mas não conseguiu converter esse domínio em chances de gol. O meio-campo voltou a ser um problema, por ter faltado criatividade. O time se destacou por jogadas individuais de Kaio Jorge, Lucas Braga e Marinho.

A decisão será disputada na próxima terça-feira (8), na Vila Belmiro. O Santos pode até perder por um gol de diferença para passar às oitavas.

Lance polêmico

O juiz Diego Pombo Lopez apitou, e o Santos já havia adentrado a defesa do frágil Cianorte. Marinho, em lance perigoso, foi derrubado por Maurício na pequena área e pediu pênalti. Os santistas reclamaram em peso, mas não foram atendidos e o jogo seguiu. Vale lembrar que nessa fase da competição não há árbitro de vídeo.

Aproveitamento ruim

O primeiro tempo foi marcado pela posse de bola nos pés dos visitantes, que não conseguiram aproveitar para criar chances. O meio-campo segue sendo uma deficiência no time de Fernando Diniz, que esteve apático. Gabriel Pirani foi quem mais tentou do setor, mas o Peixe chegava com perigo somente pelas laterais.

De sobra!

Desde o início do jogo o Santos esteve mais perto de abrir o placar do que o Cianorte. Por mais que o time estivesse um pouco desorganizado, as jogadas individuais mostravam potencial. Lucas Braga, Marinho e Kaio Jorge tentaram a todo o tempo.

Apesar da falta de criatividade, Luan Peres, de fora da área, encontrou uma oportunidade para arriscar uma finalização. E, de rebote, Kaio Jorge, cara a cara com o goleiro, teve a frieza de dar uma cavadinha para abrir o placar.

Chances claras (e perdidas)

Após o gol de Kaio, o Peixe se inflamou e arriscou mais vezes. As melhores chances saíram dos pés de Marinho e Pirani. O atacante recebeu bola na medida de Lucas Braga e ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou em cima de Bruno, que deu tapa e jogou para fora. Na sequência, o meia de 19 anos recebeu do camisa 11, com pouco espaço para finalizar, chutou ao lado da trave.

Cianorte nulo

Os donos da casa pouco produziam. E na segunda etapa não foi diferente. Seguiram dando campo para os santistas, que aproveitaram a vantagem como puderam. Marinho e Kaio Jorge formaram dupla perigosa nesta noite. O camisa 11 por pouco não deu assistência ao centroavante, que chutou mal e não fez o segundo.

Os paranaenses mostraram uma faísca de agressividade com Rael, no primeiro chute ao gol, aos 14 minutos do segundo tempo. John fez bonita defesa. Na sequência, Gabriel Calabrês teve que ser derrubado para não oferecer perigo.

Desperdícios

Só deu Santos no estádio Albino Turbay, mas os visitantes não conseguiam fazer a bola entrar. Em meio a muitas oportunidades, o Santos viu um gol de Luiz Felipe ser anulado por impedimento, e, logo na sequência, mais um desperdiçado por Marinho, que viu Bruno fazer uma boa defesa.

Bruno mais uma vez

O goleiro do Cianorte foi quem mais trabalhou nesta noite. Por causa de uma defesa frágil, Bruno foi quem segurou as pontas para o estrago não ser ainda maior no Paraná.

Em mais uma investida de Marinho, que tentou deixar o seu a noite inteira, o atacante deu passe para Kaio Jorge e, na cara do gol, chutou para fora. Na sequência, Marcos Guilherme chutou no ângulo, mas Bruno fez defesaça. A bola ainda bateu no travessão e o zagueiro cortou.

Enfim, gol de Marinho

Depois de tantas tentativas frustradas, Marinho deixou o seu. Com assistente de Kaio, o experiente atacante ainda foi parado na defesa, e, na sobra, chutou bem e balançou a rede.

FICHA TÉCNICA

CIANORTE 0 X 2 SANTOS

Data: 01 de junho de 2021
Local/Hora: no estádio Albino Turbay, no Paraná, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias e Jose Carlos Oliveira dos Santos (ambos BA).
Cartões amarelos: Rael, Zé Vitor, Leo Porto e Vitor Salvador (CIA) Luiz Felipe e Lucas Braga (SAN)
GOLS: Kaio Jorge (0-1), Marinho (0-2)

CIANORTE Bruno, Michael, Vitor Salvador, Maurício e Rael; Zé Vitor (Sávio), Morelli e Erick Salles (Buba); Leo Porto (Tales), Gabriel Calabres e Pachu (Wilson Júnior). Técnico: João Burse.

SANTOS: John; Pará, Luan Peres, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani (Marcos Guilherme); Marinho (Ângelo), Lucas Braga (Vinicius Balieiro) e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). Técnico: Fernando Diniz.

Santos