PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter vive campanha de extremos e não vence fora de casa há um mês

Moisés em ação pelo Internacional contra o Deportivo Táchira na Libertadores - Ricardo Duarte/Internacional
Moisés em ação pelo Internacional contra o Deportivo Táchira na Libertadores Imagem: Ricardo Duarte/Internacional

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

12/05/2021 19h08

Classificação e Jogos

O Internacional vai do céu ao inferno em 2021. Enquanto convive com goleadas empolgantes como local, não sabe o que é manter o nível fora de casa. Numa campanha de extremos, o time gaúcho empatou apenas um jogo sob comando de Ramírez, tem mais de 90% de aproveitamento como local, mas não triunfa longe do Beira-Rio há praticamente um mês.

São 14 jogos sob comando da atual comissão técnica. Nove vitórias, apenas um empate e quatro derrotas.

A última vitória como visitante ocorreu em 14 de abril, contra o Aimoré. Foi a terceira sob comando espanhol. As outras duas foram sobre Brasil de Pelotas e Novo Hamburgo.

Por outro lado, o Colorado soma quatro derrotas como visitante: Grêmio, Juventude, Always Ready e Deportivo Táchira. O aproveitamento como visitante bate em 42,8%.

Entre as justificativas para os escorregões longe do Beira-Rio, o vilão comum é o gramado.

"Quando pegamos campos bons, conseguimos fazer o jogo que queremos. Somos muito fortes em casa. O professor pede que joguemos sempre igual, e jogamos, saímos tocando, arriscamos os passes. Sempre tentamos ter mais posse que os rivais", disse Thiago Galhardo.

Enquanto isso, em casa o rendimento é totalmente diferente. Seis vitórias e um empate, elevando o percentual de aproveitamento de pontos para 90,4%.

Neste domingo, a decisão do Estadual começa com jogo no Beira-Rio. Mas a partida que definirá o campeão será na Arena do Grêmio, onde a equipe vermelha já perdeu neste ano.

Internacional