PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jael perde pênalti e Ceará empata com Bolívar pela Sul-Americana

Bolívar e Ceará se enfrentam pela Copa Sul-Americana - Divulgação/Bolívar
Bolívar e Ceará se enfrentam pela Copa Sul-Americana Imagem: Divulgação/Bolívar

Bruno Fernandes e Josué Seixas

Colaboração para o UOL, em Maceió

05/05/2021 21h14

Classificação e Jogos

O Ceará empatou com o Bolívar (BOL), na noite de hoje (4), pelo placar de 0 a 0, no estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, pela terceira rodada da Copa Sul-Americana. Com o resultado, a equipe cearense permanece na liderança do grupo C, com cinco pontos. O Bolívar, vice-líder, tem a mesma pontuação, mas perde no saldo de gols. Somente o primeiro colocado passa para a próxima fase.

Ceará poupa e foca na final do Nordestão

Com o foco na final da Copa do Nordeste, o Ceará entrou em campo com seu time reserva. Começou bem, subindo a marcação contra a equipe adversária e pressionando apenas quando dava, justamente para poupar o fôlego na altitude de La Paz (3.640 m acima do nível do mar). A tática de atacar quando era conveniente deu certo e a primeira oportunidade do Vozão saiu de um vacilo da defesa adversária. Aos 10 minutos, João Ricardo cobrou tiro de meta e achou Jorginho entre a defesa do Bolívar. Cara a cara com o goleiro, o meio-campista do Vovô desperdiçou a oportunidade.

Troca de passes mostra resultado

Trocando passes e evitando as arrancadas, os jogadores do Ceará conseguiam chegar facilmente ao campo defensivo adversário, mas sem sucesso na finalização. Durante os minutos iniciais da primeira etapa, a equipe finalizou mais, com uma posse de bola menor. O Bolívar, no entanto, não conseguiu fazer pressão na equipe cearense e só mostrou perigo aos 20 minutos com jogada de Saavedra, mas o goleiro João Ricardo, que até então pouco havia sido acionado, defendeu com facilidade.

Bolívar toma o controle do jogo

Nos últimos 15 minutos do primeiro tempo as coisas se inverteram e o Bolívar, passou a dar as cartas e impor o ritmo de jogo, ampliando de 3 para 16 chutes a gol em poucos minutos. A sequência de finalizações pressionou o Ceará, que viu a bola chegar perto da sua trave duas vezes seguidas, aos 33 e aos 36, com Sadiku. Na primeira oportunidade, depois do bate e rebate, o atacante mandou para a meta e Jordan desviou. Pouco depois, após lançamento na área, Sadiku cabeceou para a meta, mas a bola parou na trave.

Vozão desperdiça pênalti

Sofrendo pressão também na volta do segundo tempo, o Ceará conseguiu emendar um contra-ataque aos 13 minutos, com Buiú, que terminou em marcação de pênalti para o Vozão. Ao cruzar na área adversária, Rick foi derrubado por Bejarano e o árbitro apitou. Na cobrança, Jael, que marcou o gol de falta diante do Bahia na primeira final da Copa do Nordeste, no sábado passado (1º), chutou forte e mandou por cima do gol de Cortano.

Empate vale liderança para o Ceará

A cobrança de pênalti desperdiçada resultou na substituição de Jael nos minutos finais da partida. Assim como no início do primeiro tempo, o Ceará passou a exercer uma marcação nas laterais e evitou pressionar o Bolívar. Nas poucas oportunidades que tinha, o Ceará puxava contra-ataques, muitas vezes com Rick e Buiú, mas sem sucesso. O empate garantiu um ponto para as equipes e a liderança do Grupo C para o Vozão.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVAR 0 x 0 CEARÁ

TERCEIRA RODADA - COPA SUL-AMERICANA
Data: 05/05/2021 (quarta-feira)
Local: Hernando Siles (BOL)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Auxiliares: Santiago Fernández (URU) e Richard Trinidad (URU)
Cartões amarelos: Jorginho (CEA), João Ricardo (CEA), Cléber (CEA) Villamíl (BOL), Natxo González (BOL), Menacho (BOL) e Granell (BOL)

Bolívar: Cordano, Diego Bejarano, Guitián, Quinteros, Roberto Fernández, Villamíl (Rey), Granell (Leonel Justiniano), Saavedra, Menacho (Ábrego), Bruno Miranda (Jhon García) e Sadiku. Técnico: Natxo González.

Ceará: João Ricardo, Buiú (Marthã), Klaus, Jordan, Kelvyn, Charles, Fernando Sobral, Jorginho, Marlon, Jael (Geovane) e Yony González (Rick) (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

Futebol