PUBLICIDADE
Topo

Mineiro - 2021

Cruzeiro e Atlético-MG têm maiores dívidas do Brasil, e devem R$ 2,1 bi

No quesito dívidas, Atlético-MG e Cruzeiro levaram cartões vermelhos pelos números apontados nos balanços de 2020 - Alessandra Torres/AGIF
No quesito dívidas, Atlético-MG e Cruzeiro levaram cartões vermelhos pelos números apontados nos balanços de 2020 Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

03/05/2021 15h26

Classificação e Jogos

O futebol mineiro ostentou em 2020 um título sem qualquer motivo para ser comemorado. Cruzeiro e Atlético-MG, os arquirrivais estaduais, juntos, atingiram mais de R$ 2 bilhões em dívidas globais no ano passado. Os dados foram retirados dos balanços financeiros dos clubes brasileiros pelo site Sports Value, especializado em marketing e finanças.

Coordenado pelo especialista Amir Somoggi, o site Sports Value apresentou um relatório completo das dívidas dos clubes brasileiros. Nessa lista, Galo e Raposa estão no topo dos maiores devedores e somam juntos 2,17 bilhões de dívidas.

Somoggi mostrou que a dívida do Atlético-MG em 2020 [R$ 1,208 bilhão] comparada ao valor apontado em 2019 [R$ 746,6 milhões] teve um crescimento de 62%. Já a do Cruzeiro aumentou em 20%, saindo de R$ 799,1 milhões em 2019, ano do rebaixamento do clube à Série B do Campeonato Brasileiro, para R$ 962,5 milhões.

O custo do futebol no ano passado do Atlético-MG foi de R$ 313,4 milhões, um aumento de R$ 8,5 milhões em relação à temporada de 2019. Já o Cruzeiro, de acordo com Amir Somoggi, foi um dos clubes que mais diminuiu o custo do futebol em 2020 no comparativo com 2019: saiu de R$ 437,8 milhões na temporada em que caiu para a Segunda Divisão e gastou R$ 249,8, em 2020.

Top 20 da dívida

O levantamento do Sports Value levou em conta o Top 20 dos times do Brasil, Juntos, Atlético-MG, Cruzeiro, Corinthians, Botafogo, Internacional, Vasco da Gama, Flamengo, Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Santos, Grêmio, Coritiba, Bahia, Athletico-PR, Red Bull Bragantino, Goiás, Fortaleza, Atlético-GO e Ceará apresentaram déficits conjuntos de R$ 1,03 bilhão em 2020.

Pela primeira vez ao longo dos anos o somatório geral das dívidas dos 20 maiores clubes do Brasil superou R$ 10 bilhões. Mais precisamente, atingiu a casa dos R$ 10,256 bilhões pelo levantamento da empresa Sports Value.

A empresa Sports Value fez um levantamento com as dívidas dos 20 maiores clubes do Brasil - Divulgação/Sports Value - Divulgação/Sports Value
A empresa Sports Value fez um levantamento com as dívidas dos 20 maiores clubes do Brasil
Imagem: Divulgação/Sports Value

Receitas

Na lista de receitas o Atlético-MG foi o quinto colocado com R$ 404,4 milhões arrecadados na última temporada. O levantamento da Sports Value chama a atenção que neste valor foi somado o valor líquido de R$ 258 milhões pela operação de venda de 50,1% do shopping Diamond Mall, localizado em zona nobre de Belo Horizonte. Dinheiro esse que o Galo investiu na construção da Arena MRV, seu novo estádio, que tem previsão de inauguração para 2022.

O Cruzeiro aparece em 15º lugar na arrecadação na lista do Top 20. A Raposa arrecadou R$ 123,3 milhões, ainda à frente de outros clubes como o Coritiba [R$ 106,8 milhões], o Ceará [R$ 103,2 milhões], Goiás [R$ 90,3 milhões], Fortaleza [R$ 86,1milhões] e Atlético-GO [R$ 51,2 milhões] — todos que disputaram a Série A no ano passado.