PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mattos: "Corinthians é um time caro e ruim. Não vejo perspectivas"

Do UOL, em São Paulo

23/04/2021 01h09

Classificação e Jogos

Em sua estreia na Copa Sul-Americana, o Corinthians voltou a apresentar um futebol pouco inspirado e ficou no 0 a 0 com o River Plate, do Paraguai, nesta quinta-feira (22). Com poucas chances criadas diante do lanterna do Campeonato Paraguaio, o time do Parque São Jorge deixa a torcida preocupada quanto ao rumo do time nesta temporada.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte - com os jornalistas Luiza Oliveira, Mauro Cezar Pereira, Rodrigo Mattos e Menon - sobraram críticas ao atual momento da equipe. Os comentaristas trataram do futuro da equipe com pessimismo.

"O Corinthians teve 76% de posse de bola, mas só teve só chance de gol com o Luan. O River Plate teve uma bola na trave. O Corinthians teve muitos erros técnicos. É um elenco de poucos recursos, com um time caro e ruim", analisou Mattos.

Mauro projeta um ano complicado para o Corinthians, que passa por graves problemas financeiros e não deve contratar reforços para o elenco. "É impressionante o Corinthians não mostrar capacidade de se impor. Teve chances, poderia ter marcado, mas é muito pouco. O Corinthians não evolui, não muda. Não vejo muitas perspectivas para este ano", comentou.

O empate na estreia já iiga o sinal de alerta para o Corinthians na Sul-Americana. Apenas o primeiro colocado de cada grupo se classifica para a fase seguinte. Para Menon, o momento é de apreensão para a equipe.

"Era para o Corinthians estar jogando com o River Plate da Argentina. Jogar com o do Paraguai já dá uma amostra do período em que vive o clube. O Corinthians ainda deve perder jogadores e o Brasileiro vai ser complicado. A Sul-Americana já começou a complicar, pois o Peñarol ganhou", disse, citando a goleada por 5 a 1 do time uruguaio sobre o Sport Huancayo, na outra partida da chave.

Mattos também acha que 2021 será difícil para o clube alvinegro "O Corinthians está em um ano em que só tem que se salvar financeiramente. Não vejo perspectivas", completou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol