PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Técnico usará intervalo sem jogos para potencializar valências do Cruzeiro

Treinador da Raposa entende que jogadores já estão melhor adaptados ao seu esquema de trabalho - Bruno Haddad/Cruzeiro
Treinador da Raposa entende que jogadores já estão melhor adaptados ao seu esquema de trabalho Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

19/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

Depois de jogar seis partidas nos últimos 18 dias entre Campeonato Mineiro e Copa do Brasil, o Cruzeiro, enfim, terá um refresco no calendário. A partir desta semana, o time celeste terá tempo para trabalhar, corrigir defeitos e potencializar as qualidades do time, uma vez que o próximo compromisso oficial acontecerá só no domingo (25), contra o Patrocinense, às 16h, no Mineirão, pela última rodada do estadual.

Após perder para o Pouso Alegre por 1 a 0 e considerar o resultado um "ponto fora da curva", o técnico Felipe Conceição quer aproveitar o tempo sem jogos para melhorar a performance de sua equipe.

"Teremos semanas pela frente de treinamentos e com jogos nos finais de semana. Isso será um benefício muito grande para nós. Neste início de processo tivemos pouco tempo para treinamento. Conseguimos construir um padrão mesmo com pouco tempo de treinos muito pela aplicação dos atletas, da entrega deles, principalmente nos jogos. A gente corrige, comenta o desafio que foi o jogo, contexto que nos deu o jogo para crescer, e conseguimos", comentou.

O revés na última rodada do estadual, resultado que colocou fim à sequência de quatro jogos de invencibilidade do time celeste, impediu também que a Raposa garantisse vaga nas semifinais da competição com uma rodada de antecedência. Porém, Felipe Conceição entende que o time se comportou bem e atribuiu ao gramado ruim o resultado fora do esperado.

"A gente se portou bem devido às condições do gramado. Mesmo com a dificuldade do gramado foi uma equipe que rodou a bola, tocou a bola, procurou atacar o tempo todo, entrou pela esquerda, pela direita, buscou as jogadas que a gente faz normalmente em um estado normal de campo. A equipe buscou a vitória o tempo todo (...) Enfim, nós buscamos, tivemos padrão dentro do que buscamos apesar do desgaste, seis jogos em 18 dias não é fácil", comentou.

Com o decreto do governador de Minas Gerais, que instituiu Onda Roxa no território mineiro no começo do mês de abril devido ao aumento dos números da covid-19, o calendário de jogos ficou paralisado por dez dias. Período que o Cruzeiro aproveitou para aprimorar o rendimento.

Tanto na primeira fase quanto na segunda fase, eu divido em duas fases dentro daquela parada que tivemos [por decreto governamental], depois do início da competição conseguimos treinar durante uns dez dias. Nesses dois blocos demonstramos crescimento dentro do contexto e dentro do tempo. Agora é continuar, teremos essas semanas que tenho certeza que serão proveitosas e nós vamos continuar crescendo", garantiu o treinador.

Cruzeiro