PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

SPFC mostra identidade de Crespo em semana perfeita antes da Libertadores

Jogadores do São Paulo comemoram vitória no clássico contra o Palmeiras - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Jogadores do São Paulo comemoram vitória no clássico contra o Palmeiras Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

17/04/2021 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo conseguiu uma semana perfeita, com 12 pontos em quatro rodadas do Paulistão, antes de sua estreia na fase de grupos da Libertadores. A vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, na noite de ontem (16), coroou uma série de quatro jogos em sete dias. No período, mesmo com o evidente e esperado desgaste físico, o time atendeu ao pedido de Hernán Crespo para mostrar intensidade em campo, tanto na marcação quanto na criação de jogadas —algo que, para o argentino, talvez seja mais importante ou, no mínimo, mais promissor do que os próprios resultados.

A busca pelo que o técnico chama de protagonismo passa pelo padrão de jogo adotado nos últimos compromissos. Mesmo com uma equipe reserva ou com poucas horas de descanso de uma partida para outra, a equipe manteve uma forma intensa de atuar. Os jogadores tiveram volume ofensivo e marcaram a saída de bola de seus adversários em todos os duelos — contra São Caetano, Red Bull Bragantino, Guarani e Palmeiras. O gol da vitória no Allianz Parque, aliás, só saiu por conta dessa pressão constante.

"Sim, nós pedimos intensidade a todo instante dos jogos, a resposta é curta. Nós queremos intensidade por tudo, queremos ser protagonistas. Eu entendo o caminho dessa maneira e acredito que vocês viram o elenco completo. A identidade é a mesma, também com o time reserva", afirmou o técnico em entrevista coletiva após o triunfo sobre o Palmeiras.

A intensidade apresentada em campo e os resultados positivos animaram Crespo na semana que antecede a estreia na fase de grupos da Copa Libertadores: "A minha maior vitória é a dedicação dos atletas a cada treino e a cada jogo. O resto é consequência. Hoje, estamos falando de quatro vitórias. O meu modo de ver futebol não vai mudar. Eu acredito que os atletas fizeram algo extraordinário, somente pelo esforço. Não quero pensar no resultado. Somente pelo esforço, já merecem aplausos".

O São Paulo fará seu primeiro jogo no torneio continental na próxima terça-feira (20), às 21h30 (de Brasília), contra o Sporting Cristal (PER), no estádio Nacional de Lima.

Mudanças no time

Daniel Alves se destacou atuando como ala pelo lado direito no São Paulo - Rubens Chiri / saopaulofc.net - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Daniel Alves se destacou atuando como ala pelo lado direito no São Paulo
Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Em seus oito primeiros jogos à frente do São Paulo, Crespo obteve seis vitórias, um empate e uma derrota, com 20 gols marcados e seis sofridos. Com 19 pontos conquistados, a equipe apresenta repertório ofensivo e marcação que aparenta ser incansável. O técnico ainda tem recuperado atletas criticados e feito mudanças substanciais na equipe.

Daniel Alves, que começou apenas uma partida na lateral direita no decorrer da temporada passada, foi utilizado pelo flanco no triunfo por 1 a 0 sobre o Palmeiras. A postura do veterano de 37 anos, inclusive, tem rendido elogios da comissão técnica.

"Daniel é um grandíssimo profissional. Quando um tem a oportunidade de falar com um grande profissional, tudo é mais simples. A disposição do Dani é igual a todo resto do elenco. O seu passado é muito importante, mas ele pensa no presente e no futuro. É muito importante tê-lo conosco", comentou Crespo após o jogo passado.

No ataque, Pablo rende mais que o esperado. Em sete partidas disputadas, o centroavante marcou três gols e se responsabilizou por duas assistências.

Crespo, porém, crê que a boa fase não é apenas do centroavante considerado titular, mas de todo o ataque, em mais um reflexo do que planeja para o time: "O sistema de jogo que temos aproveita muito a capacidade dos jogadores que jogam na frente. Então, lógico que o Luciano fez gol, Vitor Bueno fez gol, Pablo fez gol... Nós cremos que somos uma equipe ofensiva e, para nós, é fundamental um centroavante com gana e vontade de fazer gol. Pablo tem essa vontade".

São Paulo