PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Cury alega participação em R$ 351 milhões arrecadados pelo Atlético-MG

Agente participou de transações que renderam R$ 351 milhões ao Atlético-MG e vê dívida de R$ 40 milhões do clube - Marcus Leoni/Folhapress
Agente participou de transações que renderam R$ 351 milhões ao Atlético-MG e vê dívida de R$ 40 milhões do clube Imagem: Marcus Leoni/Folhapress

Guilherme Piu e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

15/04/2021 04h00

O agente André Cury, que cobra R$ 40 milhões do Atlético-MG, alega participações em vendas importantes do clube no mercado da bola. Os mineiros contestam os pedidos. O empresário explica que os negócios que contaram com a sua intermediação geraram 52 milhões de euros (cerca R$ 351 milhões na cotação atual) ao Galo. Ele se responsabilizou por intermediar transferências de jogadores relevantes, como as vendas do centroavante Lucas Pratto para o São Paulo e do lateral direito Emerson para o Barcelona.

Os negócios envolvendo as saídas de Douglas Santos, Rómulo Otero, Maicosuel, Luan e Marcos Rocha também contaram com a participação do representante de atletas. As transações envolveram empréstimos e saídas em definitivo.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Atlético-MG