PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG bate o Pouso Alegre em jogo de testes do técnico Cuca

Vargas fez o primeiro gol do Galo contra o Pouso Alegre, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro - Divulgação/Mineirão
Vargas fez o primeiro gol do Galo contra o Pouso Alegre, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro Imagem: Divulgação/Mineirão

Do UOL, em Belo Horizonte

07/04/2021 17h52

Classificação e Jogos

O Atlético-MG fez sua parte, venceu o Pouso Alegre, hoje (7), por 1 a 0, no Mineirão, e segue como líder isolado no Campeonato Mineiro. Na partida da oitava rodada do estadual, o gol foi do chileno Eduardo Vargas. A vitória, mesmo com o time de Cuca em marcha lenta, fez o Alvinegro chegar aos 21 pontos em oito jogos — sete vitórias e uma derrota — e, dessa forma, ganhar ainda mais moral antes de um importante compromisso na temporada.

O próximo jogo do Atlético-MG será contra o arquirrival Cruzeiro. O primeiro clássico entre Raposa e Galo em 2021 será disputado seis dias antes do aniversário do embate, que completa cem anos no dia 17 de abril. A partida acontecerá neste domingo (11), às 16h, no Mineirão.

Já o Pouso Alegre visita o Patrocinense, no estádio Pedro Alves do Nascimento, também no domingo às 16h.

O jogo

Se enganou quem imaginava que o adversário, por ser um time do interior e com orçamento muito menor do que o Atlético-MG, ficaria apenas na defensiva. O Pouso Alegre criou chances importantes no primeiro tempo e por pouco não surpreendeu o goleiro atleticano Everson. Destaque nos primeiros 45 minutos para o comprometimento tático do time de Emerson Ávila, que ficou menos tempo com a posse de bola, mas soube controlar bem as investidas do Galo.

Quando conseguiu trocar passes e ficar com a bola nos pés, o Pouso Alegre construiu jogadas ofensivas e aproveitou as brechas dadas, principalmente, pelo lateral esquerdo Guilherme Arana, pela direita do ataque do visitante. Mas a força do elenco atleticano fez a diferença. Com a posse de bola o Alvinegro foi empurrando o adversário para o campo defensivo, tirando a força do oponente, até que, de tanto martelar, chegou ao gol.

O Pouso Alegre conseguiu se defender por 36 minutos, mas em uma jogada aérea acabou levando o gol quase no fim da primeira etapa. Vargas abriu o placar após cruzamento de Keno.

No segundo tempo prevaleceu também a força do Galo, que nem precisou ser tão incisivo e "cozinhou" o adversário. Com mais qualidade e inteligência técnica, o time alvinegro conquistou mais uma vitória em um jogo que serviu para o técnico Cuca fazer testes.

Fim de tabu

A vitória atleticana na tarde desta quarta-feira serviu para colocar fim a um longo tabu. O Galo nunca havia vencido o Pouso Alegre. Em seis jogos na história eram três empates e três derrotas alvinegras. As equipes não se enfrentavam desde 1990, quando naquele ano as equipes empataram em 3 a 3 em jogo do Campeonato Mineiro.

Quem foi bem: Keno e Cairo

O atacante atleticano foi bastante acionado e, com a bola nos pés, deu muito trabalho ao sistema defensivo do Poços de Caldas. Agilidade de movimentação do camisa 11 foram importantes para quebrar as linhas de defesa do time do interior. E foi justamente em uma jogada de Keno que saiu o cruzamento para o gol de Vargas. Apesar de ter saído com a derrota o Pouso Alegre se safou deu uma goleada pelas defesas importantes do goleiro Cairo.

Quem foi mal: Paulo Henrique

Se o atacante atleticano Keno foi destaque, o centroavante do Pouso Alegre, Paulo Henrique, não teve a mesma sorte. De estilo "tanque", daquele jogador mais pesadão, o camisa 9 chegou a atrapalhar algumas jogadas ofensivas de sua equipe.

Descanso para o argentino

O meia Nacho Fernández, grande destaque do Galo até aqui na temporada, não foi relacionado para o confronto com o Pouso Alegre. Titular nos últimos três jogos com números interessantes — três gols, duas assistências e um pênalti sofrido —, participou de seis dos sete gols do Galo contra o Coimbra, Caldense e América-MG. O camisa 26 foi poupado por Cuca, que também já pensa no clássico com o Cruzeiro, no domingo (11), às 16h. no Mineirão, pela rodada de número nove no Campeonato Mineiro

X-9

Um fato curioso horas antes do jogo entre Atlético-MG e Pouso Alegre chamou a atenção nas redes sociais. O perfil oficial da equipe de comunicação de Nacho Fernández divulgou de forma antecipada e antes da escalação oficial que o argentino ficaria fora da partida. A postagem ficou no ar por alguns instantes, mas foi apagada rapidamente —um mistério.

Cronologia do jogo

Aos 37 minutos do primeiro tempo o Atlético-MG abriu o placar com Vargas. O chileno aproveitou que a bola desviou, após cruzamento de Keno, e de cabeça fez 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 1 x 0 POUSO ALEGRE

Motivo: 8ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e Horário: 7 de abril de 2021 (quarta-feira), às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Augusto Magno de Ramos
Gol: Vargas (37' 1ºT)
Cartão amarelo: Matheus Souza, Salino (POU); Allan (CAM)
Cartão vermelho:

ATLÉTICO-MG: Everson; Talison (Mariano), Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Zaracho (Alan Franco) e Hulk (Savarino); Keno (Marrony). Eduardo Sasha (Hyoran) e Eduardo Vargas. Técnico: Cuca

POUSO ALEGRE: Cairo, Lucas Rodrigues, Lucas Rocha, Guilherme Paraíba e Elivélton; Leandro Salino, Arilson, Matheus Roldan (Danilo Bala) e Erick; Matheus Sousa (Andrey) e Paulo Henrique. Técnico: Emerson Ávila

Atlético-MG