PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Após boa performance, Donelli pode ganhar novas chances no Corinthians

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

08/03/2021 04h00

Mesmo com a pouca idade, Matheus Donelli foi titular pela segunda vez consecutiva do Corinthians, ontem (7), na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, ontem, na Neo Química Arena, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Com Cássio e Guilherme Vicentini fora por causa da covid-19, o jovem de 18 anos foi escolhido por Vagner Mancini para o clássico contra o Palmeiras, vencendo a disputa contra Caíque França, e virou a única opção para o gol contra a Ponte após o "rival" pela posição também contrair a covid-19.

Por causa da boa performance, Donelli deve ganhar novas chances no Timão. Ao menos foi o que indicou Mancini em coletiva após o jogo. O treinador contou que sentiu o goleiro como uma opção mais segura por acompanhá-lo há cinco meses e que a atuação dele na chuva foi considerada.

"Donelli está comigo há cinco meses. O Caique voltou de outro clube e eram apenas 15 dias de trabalho, não tinha chegado a sua forma física ideal, pegou covid no meio do caminho. Uma escolha segura de um atleta que acompanho há meses. Ele mostra maturidade. Fez boas defesas e jogou na chuva os dois jogos. Foi testado de forma intensa."

Donelli também foi titular na partida contra o Palmeiras, em que o Corinthians sofreu com as pancadas de chuva na capital paulista. Mesmo com o gramado encharcado, o jovem de 18 anos atendeu às expectativas.

Errata: o texto foi atualizado
Caíque França não estava disponível para o jogo contra a Ponte Preta. Ele também contraiu a covid-19.

Corinthians