PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio une cinco gerações em time atrás de algo inédito na Copa do Brasil

Maicon é remanescente do título de 2016 e Diego Souza foi reforço em 2020: duas gerações dentro do mesmo time - Fernando Alves/AGIF
Maicon é remanescente do título de 2016 e Diego Souza foi reforço em 2020: duas gerações dentro do mesmo time Imagem: Fernando Alves/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

07/03/2021 04h00

O Grêmio que vai encarar o Palmeiras hoje (7), no Allianz Parque, vai ter pelo menos cinco gerações diferentes em campo na busca pelo título da Copa do Brasil —sem contar com Renato Portaluppi, campeão mundial pelo clube em 1983. O time que entrará em campo reúne campeões do torneio em 2016, mas também jovens da base e reforços que chegaram em momentos distintos da atual fase.

Palmeiras e Grêmio jogam às 18h (horário de Brasília). Como venceu o jogo em Porto Alegre, o time de Abel Ferreira pode até empatar que fica com o título. Ao Grêmio resta vencer.

Se o Grêmio vencer por um gol de diferença, independentemente do placar, a decisão vai aos pênaltis. Para ficar com a taça da Copa do Brasil no tempo normal, o time gaúcho precisa vencer por dois gols de diferença. Aí entra o fato raro: em nenhuma das cinco conquistas da Copa do Brasil o Grêmio precisou reverter uma derrota no jogo de ida. Em 1989, 1994, 1997 e 2001, o clube gaúcho empatou a primeira partida da final. Em 2016, venceu o Atlético-MG.

Maior finalista do torneio, o Grêmio só perdeu a primeira partida da decisão uma vez. Em 1995, diante do Corinthians. O placar de 2 a 1 em São Paulo foi confirmado por Marcelinho Carioca e companhia com 1 a 0 dentro do estádio Olímpico. Mesmo nas finais que perdeu em 1991 e 1993 — quando Criciúma e Cruzeiro superaram o Grêmio—, o time gaúcho venceu a primeira partida.

"A gente está muito concentrado para fazer um grande jogo. É difícil para o Grêmio, mas é difícil para o Palmeiras também", contemporizou Renato Gaúcho. "Na Libertadores de 2019, a gente perdeu em casa para o Palmeiras e ganhou em São Paulo, passamos por eles", citou.

As gerações do Grêmio em campo contra o Palmeiras

Kannemann e Maicon: campeões da Copa do Brasil de 2016
Paulo Victor e Alisson: reforços entre 2017 e 2018
Victor Ferraz, Diogo Barbosa e Diego Souza: reforços de 2020
Jovens da base: Matheus Henrique, Jean Pyerre e Pepê
*Novas apostas da base: Vanderson e Ferreira (podem aparecer no time)

Futebol