PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Copa do Brasil: Governo do RS tenta adiar, mas CBF mantém horário da final

Arena do Grêmio receberá partida de ida neste domingo - Fernando Alves/AGIF
Arena do Grêmio receberá partida de ida neste domingo Imagem: Fernando Alves/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/02/2021 12h32Atualizada em 24/02/2021 12h52

A prefeitura de Porto Alegre e o Governo do Rio Grande do Sul, em reunião virtual com participação da FGF (Federação Gaúcha de Futebol) e do Grêmio, tentou adiar o início do jogo de ida da final da Copa do Brasil. O argumento é o estado de colapso no sistema de saúde e prováveis aglomerações para assistir à partida. A CBF rechaçou a mudança e manteve o pontapé inicial do duelo marcado para domingo às 16h (horário de Brasília).

O plano municipal e estadual era passar o jogo entre Grêmio e Palmeiras, na Arena do Grêmio, para 20h30 (de Brasília). No mesmo horário, começam restrições em Porto Alegre e demais 11 regiões que atualmente estão em bandeira preta, o estágio mais grave para contágio do novo coronavírus.

A ideia foi apresentada hoje em reunião virtual. As cenas de torcedores do Inter aglomerados no embarque da delegação rumo ao jogo com o Flamengo, no final de semana, redobraram a atenção das autoridades.

O plano era evitar que o jogo fosse disputado em horário com possível fluxo de pessoas em bares e restaurantes de Porto Alegre e outras localidades do Rio Grande do Sul. A CBF, segundo relatado pelos participantes da reunião de autoridades locais, respondeu consulta informal com negativa. O argumento foi a grade de TV, que prevê transmissão do jogo.

Grêmio e Palmeiras decidem a Copa do Brasil nos próximos dois domingos. As datas foram marcadas em ajuste do calendário depois do título alviverde na Copa Libertadores e viagem ao Qatar para disputa do Mundial de Clubes.

Futebol