PUBLICIDADE
Topo

Futebol

R. Gaúcho se pronuncia pela primeira vez após morte da mãe e agradece apoio

Ronaldinho Gaúcho beija a mãe Miguelina ao receber a Bola de Ouro - Denis Doyle/Getty Images
Ronaldinho Gaúcho beija a mãe Miguelina ao receber a Bola de Ouro Imagem: Denis Doyle/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2021 19h43

Ronaldinho Gaúcho usou de seu perfil oficial nas redes sociais para falar pela primeira vez sobre a morte de sua mãe, Miguelina. Após agradecer as mensagens de afeto e carinho dos amigos e fãs e classificou como difícil o momento que está vendo desde o último sábado, 20.

"Eu e minha família agradecemos a todos vocês o carinho e apoio que estamos recebendo nesse momento tão difícil", disse ele, que completou:

"Minha mãe foi inspiração de força e alegria para todos que a conheceram e vai continuar exercendo sua luz em nossas vidas para sempre. Com a garra que ela nos ensinou, vamos continuar nossa caminhada. Obrigado".

Dona Miguelina, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, morreu no sábado (20) aos 71 anos, em decorrência de complicações da covid-19. Ela estava internada no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, desde dezembro do ano passado.

Segundo uma pessoa próxima da família, ouvida pela reportagem, Dona Miguelina chegou a ter uma breve evolução, mas teve o quadro piorado nos últimos dias em razão de uma infecção.

O corpo de Dona Miguelina, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, foi sepultado na tarde de hoje no Cemitério Parque Jardim da Paz, em Porto Alegre. Ronaldinho Gaúcho não compareceu ao local, afinal, estaria muito abalado com a situação.

Futebol