PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Revelação de contrato de R$ 3,6 bi gera nova tensão entre Messi e Barcelona

Lionel Messi tem contrato até junho deste ano com Barcelona - Fran Santiago/Getty Images
Lionel Messi tem contrato até junho deste ano com Barcelona Imagem: Fran Santiago/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

31/01/2021 10h08

Classificação e Jogos

A revelação feita pelo jornal El Mundo de que Lionel Messi ganhará ao todo 555.237.619 euros (cerca de R$ 3,6 bilhões na cotação atual) no contrato de quatros anos que assinou em 2017 com o Barcelona gerou uma nova tensão entre o clube e o jogador.

De acordo com diversos jornais da imprensa espanhola, Messi vai acionar na justiça o jornal e pessoas ligadas ao Barcelona que podem ter vazado as informações de seu contrato, que era regido por cláusulas de confidencialidade.

O jornal Marca informa que a equipe que assessora Messi estima que apenas cinco pessoas que trabalhavam no clube na época da assinatura tinham conhecimento dos detalhes, entre eles o ex-presidente Josep Maria Bartomeu e o presidente em exercício Carles Tusquets.

Em nota, o Barcelona negou responsabilidade pelo vazamento do contrato e também anunciou que tomará medidas judiciais contra o jornal. O clube não contestou as informações divulgadas pelo jornal El Mundo.

"O FC Barcelona nega categoricamente qualquer responsabilidade pela publicação deste documento, e tomará as medidas legais cabíveis contra o jornal El Mundo, pelos danos que possam ser causados em decorrência desta publicação", diz a nota.

"O FC Barcelona expressa seu absoluto apoio a Lionel Messi, em especial diante de qualquer tentativa de desacreditar sua imagem, e de prejudicar sua relação com a entidade onde se formou no esporte, até se tornar o melhor jogador da história do futebol", completa.

A relação entre Lionel Messi e Barcelona se deteriorou nos últimos anos, sendo que o jogador deve deixar o clube ao final do contrato, em junho deste ano. Em 2020, o jogador tentou a liberação alegando uma brecha que permitiria a saída sem custos, mas a diretoria catalã exigiu o cumprimento do vínculo até o final.

O contrato

Na reportagem publicada pelo jornal espanhol El Mundo, Messi receberá (555.237.619 euros (cerca de R$ 3,6 bilhões na cotação atual) até o fim de seu atual compromisso.

O contrato, descrito como "faraônico" pela publicação, foi assinado em novembro de 2017, com término em junho de 2021.

Com este compromisso, Messi receberia 138 milhões de euros (mais de R$ 916 milhões) por temporada. Ao fim de quatro temporadas (de 2017/2018 a 2020/2021), Messi somaria mais de R$ 3,6 bilhões.

Além disso, o argentino ainda embolsaria dois bônus: um de mais 115 milhões de euros (R$ 763 milhões) por renovar, e um de 77,9 milhões (mais de R$ 517 milhões) por fidelidade ao Barça. Os valores não foram contabilizados no levantamento do jornal.

Desde a assinatura, segundo o jornal, Messi já recebeu 92% dos mais de R$ 3,6 bilhões prometidos.

Barcelona