PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2020

Final da Libertadores terá 'ingressos solidários' no combate ao coronavírus

Duelo entre Palmeiras e Santos, no Maracanã, não receberá torcedores; Conmebol criou campanha com bilhetes virtuais - Fernanda Luz/AGIF
Duelo entre Palmeiras e Santos, no Maracanã, não receberá torcedores; Conmebol criou campanha com bilhetes virtuais Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Do UOL, em São Paulo

26/01/2021 11h58

Marcado para às 17h deste sábado (30), o duelo entre Palmeiras e Santos, válido pela final da Libertadores, terá "ingressos solidários" e sorteio de camisas oficiais das equipes para quem participar da campanha.

Conforme antecipou o UOL Esporte na última semana, a medida, divulgada hoje pela Conmebol e elaborada em parceria com os clubes finalistas, foi criada para ajudar no combate à pandemia do coronavírus.

O funcionamento é simples: qualquer torcedor que quiser contribuir pode acessar o site da FutebolCard. Lá, é possível fazer doações de bilhetes virtuais a partir de R$ 20 - não há limite de ingressos vendidos.

Quem participar receberá, via e-mail, bilhetes que simulam o ingresso da partida - que não receberá público no estádio do Maracanã. Haverá também um sorteio de 22 camisas oficiais de cada clube para doadores.

A Conmebol informou que toda a renda obtida com a campanha será transferida para seis instituições locais que trabalham com ações relacionadas à covid-19: CIEDS, Voz das Comunidades, Instituto Reação, Rede Cidadã, Viva Rio e Luta Pela Paz.

"Será um legado que a final da Libertadores deixará ao Rio de Janeiro e ao Brasil, que sempre nos recebeu muito bem, inclusive em um momento complicado como este que vivemos. A Conmebol apoia a ação impulsionada pelos clubes finalistas e que aponta a ajudar pessoas necessitadas que vivem no Rio. A final única deixa um legado muito mais amplo do que o âmbito esportivo", afirmou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, ao site oficial da entidade.