PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão Feminino A1 - 2020

Corinthians vence Avaí em final de 6 gols e é bi do Brasileirão Feminino

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/12/2020 21h53

Classificação e Jogos

O Corinthians mais uma vez é campeão brasileiro de futebol feminino. Após empate sem gols no jogo de ida, o Alvinegro fez valer o mando de campo e venceu o Avaí/Kindermann por 4 a 2, na Neo Químina Arena, na noite de hoje. Foi o segundo título do clube na competição — 2018 e 2020.

Disputando a quarta final consecutiva do Brasileirão feminino, o Corinthians confirmou o favoritismo. Vice no ano passado ao ser superada pela Ferroviária, a equipe contou com gols de Gabi Nunes, Gabi Zanotti (duas vezes) e Vic Albuquerque para garantir a taça na noite de hoje. Zoio e Lelê descontaram para as visitantes.

Com a conquista, o Corinthians iguala a Ferroviária como maior vencedor da competição — dois títulos cada. O Kindermann, por outro lado, vê mais uma vez a possibilidade do título inédito escapar. O time de Santa Catarina já havia sido vice em 2014.

Gabi Zanotti brilha na decisão

Gabi Zanotti fez jus ao apelido de Zinédine Zanotti e, aos 35 anos, foi o nome da decisão. Foram dois gols da meia-atacante — o segundo deles, em momento importante, quando o Avaí/Kindermann esboçava uma reação na partida.

Diany dá show em assistências

Diany não marcou na final, mas certamente deixou a sua assinatura. Ela participou diretamente em três dos quatro gols da equipe e anotou duas assistências — a segunda delas, num passe brilhante para Vic Albuquerque fazer o quarto do Corinthians. Ela deixou o campo já nos acréscimos como uma das melhores em campo.

Bárbara erra em lances decisivos

Goleira titular da seleção brasileira, Bárbara foi infeliz em dois lances capitais na noite de hoje. No primeiro gol do Corinthians, ela saiu mal do gol e viu Gabi Zanotti marcar de cabeça. No segundo tempo, pouco depois do Avaí diminuir a desvantagem, Bárbara espalmou uma bola para o meio da área, que permitiu que Zanotti marcasse novamente.

Corinthians abre vantagem na bola parada

Gabi Nunes - Divulgação / Rodrigo Coca - Divulgação / Rodrigo Coca
Gabi Nunes comemora gol do Corinthians contra o Avaí/Kindermann na final do Brasileirão Feminino
Imagem: Divulgação / Rodrigo Coca

Após um início equilibrado e até com leve vantagem para o Kindermann, foi o Corinthians quem saiu na frente. E com uma arma bastante efetiva: a bola parada. Aos 28 minutos, Diany cobrou escanteio para dentro da área, a bola foi desviada e sobrou nos pés de Gabi Nunes, que abriu o placar. Aos 32, veio o 2 a 0. Em mais uma cobrança de escanteio de Diany, Bárbara errou na saída de bola e Gabi Zanotti completou de cabeça para o gol.

Avaí tem reação freada duas vezes

Não foi por falta de tentativa que o Avaí/Kindermann viu o título escapar neste domingo. Atrás do placar desde o meio do primeiro tempo, a equipe mostrou poder de reação em dois momentos que o jogo já parecia decidido. Na volta do intervalo, quando perdia por 2 a 0, Zoio completou de cabeça após cruzamento e diminuiu. Mas o que poderia ser uma reação durou pouco. Isso porque Gabi Zanotti ampliou para o Corinthians logo na sequência.

Quando a partida já se encaminhava para o fim, mais uma tentativa de reação. Desta vez, Lelê aproveitou belo lançamento e bateu cruzado para diminuir, aos 33 minutos do segundo tempo. Mas o novo ânimo durou pouco e, aos 36, Vic Albuquerque deu números finais ao duelo.

Final tem campanha de conscientização

Não foi só futebol na noite de hoje na Neo Química Arena. O Corinthians realizou diversas ações ao longo da final para conscientização da violência contra a mulher.

Corinthians tem baixas de última hora

Menos de uma hora antes da partida, o Corinthians divulgou três baixas para a final. Andressinha, Juliete e Pâmela foram ausências nesta noite após testarem positivo para covid-19. Segundo o clube, as três estão assintomáticas e passam bem.

Apesar de serem desfalques na decisão, as jogadoras participaram, via chamada de vídeo, da preleção da equipe.

FICHA TÉCNICA
Corinthians 4 X 2 Avaí/Kindermann

Data: 6 de dezembro
Horário: 20h (de Brasília)
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Bruno Boschilia

Cartões amarelos: Gabi Nunes, Ingryd e Vic Albuquerque (COR); Zoio, Duda Santos e Camila Silva (AVA)

Gols: Gabi Nunes (COR), aos 28 min do 1ºT, Gabi Zanotti (COR), aos 32 min do 1ºT e aos 11 min do 2ºT e Vic Albuquerque (COR), aos 36 min do 2º T; Zoio (AVA), aos 6 min do 2ºT, Lelê (AVA), aos 33 min do 2ºT.

CORINTHIANS
Lelê; Katiuscia, Érika (Pardal), Poliana e Tamires (Gabi Portilho); Ingryd (Vic Albuquerque), Gabi Zanotti, Diany (Grazielle) e Giovanna Crivelari (Yasmin); Adriana e Gabi Nunes. Técnico: Arthur Elias.

AVAÍ/KINDERMANN

Bárbara; Bruna, Tuani, Simeia e Camila; Pat (Carla), Zoio (Stephanie), Duda, Júlia e Catyellen (Bárbara Santos); Lelê. Técnico: Jorge Barcellos.