PUBLICIDADE
Topo

Diego Garcia

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Fórmula 1 e Dérbi feminino fazem Band bater recorde de audiência

Victoria Albuquerque comemora após marcar o terceiro gol do Corinthians sobre o Palmeiras na final do Brasileirão - FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Victoria Albuquerque comemora após marcar o terceiro gol do Corinthians sobre o Palmeiras na final do Brasileirão Imagem: FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Diego Garcia

Repórter desde 2010, passou por Folha de S. Paulo, ESPN, Terra e Placar. Ganhou dois prêmios Aceesp (2014 e 2016) e foi indicado aos prêmios Comunique-se (2019), República (2017, 2018 e 2021), Folha (2018 e 2019) e Fenacor (2020). Cobriu Copa do Mundo, Olimpíadas, Mundial de Clubes e outros grandes eventos. Contato: garciadiegosilva@gmail.com

Colunista do UOL

27/09/2021 14h44

As transmissões da Fórmula 1 e da final do Campeonato Brasileiro Feminino renderam à Band recorde de audiência neste domingo (26).

Segundo a emissora, os desempenhos de ambos os eventos renderam o melhor resultado do ano nesse dia da semana na média de audiência diária.

De manhã, a Band igualou seu melhor resultado para o horário na faixa das 9h03 às 10h36 com o Grande Prêmio disputado em Sochi, que deixou a emissora na vice-liderança ao marcar 3,3 pontos de média, share de 11,3% e pico de 4,6 pontos.

O GP rendeu ao britânico Lewis Hamilton a 100º vitória na carreira na Fórmula 1 e contou com narração de Sérgio Maurício, comentários de Reginaldo Leme e Max Wilson e reportagem de Mariana Becker.

No período noturno, o Corinthians fez 3 a 1 no Palmeiras, pela final do Campeonato Brasileiro Feminino, disputada na Neo Química Arena.

O resultado de audiência Dérbi é um recorde no ano para a Band na faixa noturna ao bater 6,1 pontos, com 5,2 de média e share de 8,2%.

Durante a partida, chegou a ficar no terceiro lugar do ranking de audiência por 66 minutos não consecutivos.

A Band diz que foi a melhor audiência nas transmissões do campeonato. Com relação ao jogo de ida da final, dia 12, a emissora cresceu 44% em audiência e 41% em share.