PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco perde gols com Ribamar e é eliminado pelo Defensa y Justicia na Sula

Ribamar teve noite para esquecer com a camisa do Vasco diante do Defensa y Justicia pela Sul-Americana - Jorge Rodrigues/AGIF
Ribamar teve noite para esquecer com a camisa do Vasco diante do Defensa y Justicia pela Sul-Americana Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/12/2020 23h23

Classificação e Jogos

Em uma noite com muitos gols perdidos, principalmente por Ribamar, o Vasco experimentou o azedo sabor do "quem não faz, leva", perdeu por 1 a 0 para o Defensa y Justicia (ARG) e foi eliminado da Copa Sul-Americana nas oitavas de final.

No jogo de ida, na Argentina, o Cruz-maltino havia empatado em 1 a 1 e jogava com a vantagem do 0 a 0 para ficar com a vaga. Na próxima fase os argentinos irão enfrentar o Bahia, o único time brasileiro que ainda segue na disputa.

Neste fim de semana, o Vasco vira a chave para o Campeonato Brasileiro onde se encontra em situação delicada, na 17ª colocação, integrando a zona de rebaixamento. O adversário será o Grêmio, em Porto Alegre (RS), no domingo (6).

Vasco se atrapalha com ele mesmo

O Vasco até fez um bom primeiro tempo, mas acabou perdendo para ele mesmo. Seja pela quantidade de gols perdidos, pelas falhas no gol sofrido como também no nervosismo e no evidente abalo psicológico que o elenco enfrenta. A classificação esteve nas mãos da equipe, mas ela não soube aproveitá-la.

Benítez comanda o meio

Em seu primeiro jogo como titular após se recuperar da Covid-19, Martín Benítez mostrou sua importância e, mesmo muito marcado, deu um luz a um meio de campo que carece de muita criatividade.

Ribamar perde chances incríveis

O Vasco teve a melhor chance do primeiro tempo com Ribamar, aos 23 minutos, quando Benítez fez bela jogada e o deixou na cara do gol, mas ele chutou para fora. Na etapa final, para desespero do torcedor vascaíno, ele novamente perdeu outra grande chance, pouco tempo depois do Defensa y Justicia abrir o placar.

Na "cereja do bolo", ainda furou de forma bisonha uma conclusão a gol já no fim da partida.

Sá Pinto enlouquece com Ribamar

A noite sofrível de Ribamar fez o enérgico técnico Ricardo Sá Pinto "enlouquecer" à beira do campo a cada gol perdido ou jogada bisonha do atacante. No entanto, o português demorou a substituí-lo. Somente aos 42 minutos do segundo tempo.

Grande defesa de Unsain

Um minuto depois, após cruzamento, Marcelo Alves testou forte de cabeça e o goleiro Unsain, do Defensa y Justicia, fez grande defesa.

Aí não, Torres!

Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Neto Borges enfiou bela bola, e Gustavo Torres saiu na cara do gol, mas o colombiano chutou muito mal e isolou!

Defensa marca após falha de Lucão

Após cruzamento da direita em que a bola resvalou, ela bateu no travessão e enganou o goleiro Lucão. Após a falha do goleiro, ela sobrou para Hachen, que finalizou desmarcado para abrir o placar.

VAR não marca pênalti

Pouco tempo após o gol do Defensa y Justicia, Ribamar dominou e a bola resvalou na mão direita do zagueiro do Defensa y Justicia, mas o VAR analisou a jogada e não assinalou pênalti.

Misto de protesto e apoio na chegada

Um grupo de 50 torcedores marcaram presença no portão de acesso do ônibus que levou a delegação da concentração para São Januário. Houve um misto de apoio e protesto, com gritos de "obrigação é ganhar no Caldeirão" e "vamos ganhar Vasco".

Na frente do setor social, uma faixa foi estendida contra o presidente Alexandre Campello: "Golpello, pior presidente da história do Vasco. Fora, doutor Pinóquio!".

Vasco consegue relacionar 5 dos 7 que estavam com Covid

O Vasco bem que tentou, mas não conseguiu relacionar para a partida todos os jogadores que recentemente se recuperaram da Covid-19, ficando de fora o zagueiro Werley e o volante Fellipe Bastos. O clube emitiu uma nota oficial sobre:

"O Club de Regatas Vasco da Gama informa que, apesar de preencher todos os requisitos solicitados pela Conmebol para a liberação dos atletas que tiveram COVID-19 recentemente, casos de Fernando Miguel, Werley, Fellipe Bastos, Benítez, Talles, Tiago Reis e Ribamar, dois deles não foram liberados pela entidade para a partida desta quinta-feira (3/12), em São Januário. São eles: Werley e Fellipe Bastos, que por isso ficaram fora da relação de jogo".

Defensa destaca estátua de Romário

O perfil oficial do Defensa y Justicia destacou a estátua de Romário no gramado de São Januário, que foi criada após o Baixinho fazer seu milésimo gol defendendo o clube.

VASCO 0 x 1 DEFENSA Y JUSTICIA
Competição:
Oitavas de final da Copa Sul-Americana
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 03/12/2020 (quinta-feira)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Auxiliares: Nicolás Taran (URU) e Martín Soppi (URU)
VAR: Daniel Fedorczuk (URU)
Cartões amarelos: Benítez, Gustavo Torres, Ribamar (VAS); Paredes (DEF)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Hachen, aos 11 minutos do segundo tempo (DEF)

VASCO: Lucão; Miranda, Marcelo Alves (Tiago Reis) e Leandro Castan; Yago Pikachu, Marcos Júnior (Juninho), Léo Gil (Lucas Santos), Martín Benítez (Talles Magno) e Neto Borges; Gustavo Torrres e Ribamar (Carlinhos). Técnico: Ricardo Sá Pinto

DEFENSA Y JUSTICIA: Unsain; Frías, Paredes (Pedro Ramírez) e Martínez, Breitenbruch (Isnaldo), Larralde (Escalante), Camacho (Hachen), Riuz e Acevedo; Pizzini (Merentiel) e Braian Romero. Técnico: Hernán Crespo

Vasco