PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Renato Gaúcho entra para história como técnico que mais comandou o Grêmio

Renato Gaúcho passa a ser o técnico com mais jogos no comando do Grêmio - Leo Caobelli/UOL
Renato Gaúcho passa a ser o técnico com mais jogos no comando do Grêmio Imagem: Leo Caobelli/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Renato Gaúcho entrará para história do Grêmio novamente hoje (30). Às 18h (de Brasília), quando pisar o gramado da Arena para comandar o time na partida contra o Goiás, se tornará o técnico que mais vezes treinou a equipe na história, com 384 jogos. Curiosamente, o jogo do recorde é contra o mesmo adversário de sua estreia.

O primeiro jogo de Renato no comando do Grêmio foi contra o Goiás em 12 de agosto de 2010, pela Sul-Americana, no Olímpico. O resultado não foi o ideal: derrota em casa por 2 a 0 e eliminação na competição.

O mesmo Goiás também foi adversário na primeira vitória. Três dias depois do enfrentamento pela competição continental, os times voltaram a jogar pelo Brasileiro. O Grêmio devolveu o 2 a 0.

Muito tempo passou desde então. Renato ficou até 2011 no Tricolor em sua primeira passagem, voltou em 2013 para o segundo período e, por fim, assumiu o time para a terceira oportunidade em 2016. Desde então, empilha títulos e boas campanhas, se tornando o técnico mais longevo atualmente no futebol brasileiro.

Completando 384 jogos como treinador do Grêmio, Renato super Oswaldo Rolla, o Foguinho, que comandou o time em 1939, 1942, 1943, 1955 a 1961 e 1976, e tem 383.

Os números só impulsionam a idolatria de Portaluppi. São 199 vitórias, 101 empates e 83 derrotas, totalizando aproveitamento de 60,7%. O Grêmio de Renato marcou 589 gols e sofreu 313. Foram sete títulos conquistados: Copa do Brasil (2016), Libertadores (2017), Recopa (2018), Recopa Gaúcha (2019) e Campeonato Gaúcho (2018, 2019 e 2020).

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X GOIÁS
Data e hora
: 30/11/2020, às 18h (de Brasília).
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil e Johnny Barros de Oliveira (ambos de SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Grêmio: Vanderlei; Orejuela, David Braz, Kannemann e Cortez; Darlan, Matheus Henrique e Jean Pyerre; Luiz Fernando, Pepê e Diego Churín. Técnico: Renato Gaúcho.
Goiás: Tadeu; Taylon, Fábio Sanches, David Duarte e Jefferson; Ariel Cabral, Breno, Miguel Figueira e Shaylon; Keko e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos (interino).

Grêmio