PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fla x Palmeiras: há 32 anos, a melhor atuação de um jogador de linha no gol

Gaúcho como goleiro na partida entre Flamengo x Palmeiras - Reprodução/SEPalmeiras
Gaúcho como goleiro na partida entre Flamengo x Palmeiras Imagem: Reprodução/SEPalmeiras

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/11/2020 11h39

No dia 17 de novembro de 1988, há 32 anos, Flamengo e Palmeiras se enfrentavam pela Copa União, no Maracanã. O tempo normal do confronto acabou empatado em 1 a 1 — Mauro marcou o gol palmeirense e Bebeto empatou para os rubro-negros — e nos pênaltis um herói improvável apareceu: o atacante Gaúcho.

O ex-centroavante foi para o gol ainda na segunda etapa após o goleiro Zetti, titular do time alviverde, sofrer uma fratura na tíbia da perna direita em uma dividida com Bebeto. Como o treinador Ênio Andrade já havia feito todas substituições, Gaúcho foi improvisado no gol.

Na disputa das penalidades, o Palmeiras venceu o Fla por 5 a 4 e o atacante que foi improvisado no gol defendeu duas penalidades: uma de Zinho e a outra de Aldair — ambos se tornaram tetracampeões com a seleção brasileira futuramente.

Luís Carlos Tóffoli, o Gaúcho, se transferiu para o rubro-negro carioca nos anos seguintes e se tornou um ídolo: conquistou a Copa do Brasil de 1990, o Carioca de 1991 e o Campeonato Brasileiro de 1992 com a camisa da equipe. Além disso, marcou 98 gols em 200 jogos.

Em 2016, o ex-camisa 9 foi vítima de câncer próstata aos 52 anos. Ele ficou conhecido pelas comemorações bem-humoradas com a companhia de Paulo Nunes, Djalminha e Marcelinho nas coreografias.

Futebol