PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Seleção olímpica: Brasil sai atrás, mas vira amistoso contra Coreia do Sul

Jogadores do Brasil, após gol contra a Coreia do Sul - Ricardo Nogueira / CBF
Jogadores do Brasil, após gol contra a Coreia do Sul Imagem: Ricardo Nogueira / CBF

Do UOL, em São Paulo

14/11/2020 11h58

A seleção brasileira olímpica saiu atrás do placar, mas venceu a Coreia do Sul por 3 a 1, hoje, de virada, em amistoso realizado no Cairo, no Egito. Matheus Cunha, Rodrygo e Reinier marcaram os gols brasileiros. Lee Donggyeong fez para os sul-coreanos.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. A Coreia abriu o placar logo aos seis minutos de jogo. David Neres tentou evitar a saída da bola pela linha de fundo, mas Oh Sehun ficou com a sobra. O atacante tocou para Lee Donggyeong, que bateu e ainda contou com desvio antes da bola entrar.

Os sul-coreanos ficaram perto do segundo gol aos 23, após a arbitragem marcar pênalti de Lyanco em Kim Daewon. Oh Sehun encheu o pé na cobrança, mas mandou por cima do gol.

O Brasil melhorou no jogo e criou boas chances até finalmente conseguir empatar aos 41. David Neres colocou a bola na área, e Rodrygo parou na defesa de Song Bumkeun. No rebote, Matheus Cunha deixou tudo igual. Ainda antes do intervalo, a Coreia teve gol anulado por falta de ataque.

Os sul-coreanos começaram melhor no segundo tempo, enquanto o Brasil perdeu ótima chance aos 11 minutos. Após grande contra-ataque, David Neres recebeu de frente para o gol, driblou o goleiro, mas bateu na rede pelo lado de fora.

Pouco depois, Rodrygo tabelou com Reinier e mandou uma bomba na trave. Na sequência da jogada, aos 15 minutos, David Neres recebeu de Emerson, cortou para dentro e bateu. O goleiro da Coreia espalmou para o lado, e Rodrygo desviou para dentro no rebote.

A seleção marcou o terceiro aos 27. Matheus Cunha fez bela tabela com Reinier e deixou o camisa 10 na cara do gol. Ele só escolheu o canto e bateu rasteiro.

Agora, o Brasil enfrenta o Egito na próxima terça-feira no segundo amistoso em território egípcio.

Seleção Brasileira