PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Palmeiras vence o Atlético-GO e reage no Brasileirão à espera de técnico

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

25/10/2020 17h54

Classificação e Jogos

O Palmeiras encerrou a sequência de quatro derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro e venceu hoje (25) o Atlético-GO por 3 a 0, no estádio Olímpico, em Goiânia (GO). O resultado foi obtido com gols de Wesley e Luiz Adriano (dois) e dá mais tranquilidade ao clube paulista, que segue em busca de um treinador após demitir Vanderlei Luxemburgo.

Sob o comando do interino Andrey Lopes, o Palmeiras perdeu para o Fortaleza, mas depois goleou o Tigre (ARG) pela Libertadores e agora obteve a vitória na 18ª rodada do Brasileirão. O time sobe para a sétima posição, com 25 pontos, enquanto o Atlético-GO segue com 22, na décima colocação.

O Palmeiras joga na quinta-feira (29), contra o Red Bull Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No Brasileirão, o próximo duelo é com o Atlético-MG, segunda-feira (2), no Allianz Parque. O Atlético-GO visita o Coritiba, no sábado (31), pelo Nacional.

O melhor: Luiz Adriano desencanta

Sem marcar há sete partidas, Luiz Adriano deixou logo dois no estádio Olímpico. Primeiro aproveitando-se da saída errada de Jean, o camisa 10 mostrou inteligência na movimentação para fazer o terceiro do Verdão, o seu 13º gol na temporada. Ele voltou a encostar em Willian, que tem 14 e é o goleador alviverde em 2020.

O pior: Jean dá presente

Ex-goleiro do São Paulo, Jean teve participação importante no resultado. O camisa 1 tentou sair jogando, sem pressão, e passou errado, no pé de Luiz Adriano. Se o Dragão tinha alguma esperança de empatar, após o lance, que deixou o placar em 2 a 0, a situação ficou muito difícil.

Felipe Melo muda de função

Vindo de jogos com desempenho ruim, Felipe Melo teve uma mudança em seu posicionamento em Goiânia. O capitão atuou do lado esquerdo da zaga, com Luan pela direita - normalmente ocorre o inverso. O camisa 30 acabou ocupando o espaço de Gustavo Gómez, suspenso, e teve atuação segura. Depois de partidas abaixo do esperado, o sistema defensivo do Verdão mostrou-se mais seguro nesta tarde.

Desempenho do Atlético-GO

Os erros individuais minaram bastante a partida do Atlético-GO em sua casa. A equipe jogou tendo mais posse de bola e teve boas chances, especialmente pela atuação destaca de Chico. O Palmeiras, porém, foi mais efetivo, e o Dragão perdeu a sexta partida na competição, encerrando a sequência de três partidas sem derrota.

Desempenho do Palmeiras

Além de aproveitar-se dos erros do adversário, o Palmeiras defendeu-se melhor e foi mais perigoso quando teve campo para trabalhar. Wesley, como já havia sido na goleada sobre o Tigre (ARG), foi muito bem e acabou como um dos destaques do Verdão. A equipe mostrou-se mais organizada do que nas recentes derrotas no Brasileirão.

Cronologia do jogo

O Atlético-GO começou a partida tentando jogar, mas esbarrou no Palmeiras mais bem postado defensivamente. O Verdão se aproveitou aos 19 minutos da trapalhada defensiva do Dragão, quando dois jogadores se atrapalharam, e Wesley carregou livre o campo de ataque inteiro, para tocar na saída de Jean e abrir o placar. Chico criou duas chances antes do intervalo para os donos da casa, mas Weverton pegou o primeiro chute, e o segundo bateu na trave. Rony também teve uma boa oportunidade, defendida por Jean.

No segundo tempo, o Verdão ampliou aos 9 com Luiz Adriano, depois do erro de Jean, e fechou o placar aos 19, novamente com o camisa 10. O Atlético-GO até criou oportunidades para ao menos descontar, mas o Palmeiras não sofreu grandes riscos.

Weverton deixa de usar a 1

O Palmeiras teve uma mudança peculiar no jogo de hoje: Weverton jogou com a camisa 21 em vez da 1, fazendo Wesley abrir mão da 21 e voltar à 47. O goleiro preferiu voltar ao número que usou durante boa parte de sua passagem, ao menos durante o Brasileirão e a Copa do Brasil - na Libertadores, ele segue com a 1. O goleiro, convocado novamente para a seleção brasileira, teve atuação destacada em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0 x 3 PALMEIRAS

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Data: 25 de outubro de 2020, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
Cartões amarelos: Luan, Raphael Veiga, Rony, Gustavo Scarpa (PAL); Janderson (ATL)
GOLS: Wesley, aos 19 minutos do primeiro tempo (0-1); Luiz Adriano, aos 9 minutos do segundo tempo (0-2); Luiz Adriano, aos 18 minutos do segundo tempo (0-3)

Atlético-GO: Jean; Dudu (Arnaldo), João Victor, Éder e Nicolas (Natanael); Gabriel Baralhas (Matheus Vargas), Marlon Freitas e Chico; Ferrareis (Matheuzinho), Janderson e Zé Roberto (Junior Brandão). Técnico: Eduardo Souza (interino).

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Felipe Melo e Viña; Patrick de Paula (Ramires) e Zé Rafael; Wesley (Gustavo Scarpa), Raphael Veiga (Lucas Lima) e Rony (Gabriel Silva); Luiz Adriano (Willian). Técnico: Andrey Lopes (interino).