PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Amigo de Robinho fala que mulher deveria ter chantageado, diz TV; ela nega

Do UOL, em São Paulo

18/10/2020 13h14

Uma nova transcrição de gravação contida no processo que condenou Robinho em primeira instância na Itália por estupro mostra conversa em que o amigo do jogador, Ricardo Falco, diz a Robinho que seria melhor que a jovem albanesa que acusa os dois de violência sexual pedisse dinheiro a eles para encerrar o caso.

Em entrevista ao UOL Esporte, Robinho admitiu ter traído a esposa e disse que não poderia comentar as transcrições com detalhes por se tratar de caso em segredo de justiça.

A conversa foi divulgada pelo programa Esporte Espetacular, da TV Globo, e faz parte de interceptações telefônicas feitas com autorização judicial durante as investigações na Itália. Robinho foi condenado em primeira instância a nove anos de prisão e recorre da sentença. Uma nova audiência sobre o caso deve acontecer em dezembro.

No trecho divulgado hoje pela Globo, Ricardo Falco afirma:

Se fosse uma menina mais esperta, dois dias depois ela teria dito: 'Escuta, eu fiz alguns exames. Robinho, ou você me dá um dinheiro ou eu vou procurar os jornais'. Aí eu diria acabou. A menina fez os exames, acabou. Entendeu?.

Na sequência, o atacante responde: "Primeiro porque não tocamos na menina, quem a tocou foram os meninos; segundo: não há provas". Falco concorda com o amigo: "Nada". Robinho emenda: "Não tinha nenhuma câmera, ela não tem nenhuma foto."

Em entrevista exibida no programa Aqui com Benja, na Fox, o atacante disse, sem citar nominalmente a Globo, que uma emissora teria omitido que a mulher de origem albanesa teria pedido R$ 3 milhões. O advogado da vítima negou que tenha sido feito qualquer solicitação de dinheiro por parte dela.

A conversa não deixa claro se houve algum pedido direto da vítima a Robinho antes do processo judicial. O advogado da jovem, Jacopo Gnocchi, disse em entrevista à TV Globo que em nenhum momento essa possibilidade foi levantada.

"Ao menos quando ela é assistida por mim, isso é desde o início, nunca houve pedido de dinheiro por parte da vítima", disse.

Ontem, em entrevista à Fox Sports, Robinho também falou sobre a possibilidade de o assunto ter sido abafado em caso de pagamento à vítima. Porém, o jogador não deixou claro se houve pedido de indenização apenas judicialmente e alegou que a notícia teria sido omitida por uma emissora.

"As notícias que estão saindo deturpadas de emissora. Eles não colocaram na internet, nas declarações, de que a garota está pedindo 3 milhões de indenização (de reais). Isso não saiu. Como eu durmo de consciência tranquila e sei que não fiz nada sem o consentimento de nenhuma garota, talvez se eu tivesse pago algum dinheiro talvez isso não teria acontecido, como eu não vou pagar dinheiro nenhum porque sei daquilo que faço", explicou.

As gravações telefônicas que constam no processo na Itália foram publicadas pelo site "Globoesporte.com", ligado ao Grupo Globo.

"Nem sei como entrei naquele camarim", diz vítima

Em outro trecho revelado pelo Esporte Espetacular, a vítima manda uma mensagem a Ricardo Falco e diz que não estava consciente.

Acho que vou falar com um advogado. Eles se aproveitam de mim e você sabe disso. Eu não estava definitivamente consciente e nem sei como entrei naquele camarim.
Vitima, que não teve a identidade revelada

As novas transcrições também mostram a transcrição de uma fala de Ricardo Falco demonstrando alívio pelo fato de a boate onde os fatos aconteceram não ter câmeras.

A minha única preocupação é que tivesse câmeras, porque, se tivesse câmeras, elas teriam gravado que eu estava transando com a garota. O fato de não ter câmeras foi nossa salvação
Ricardo Falco

Futebol