PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Messi faz de pênalti, e Argentina bate Equador na estreia das Eliminatórias

Messi comemora gol da Argentina contra o Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo - Getty Images
Messi comemora gol da Argentina contra o Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo Imagem: Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/10/2020 23h29

Classificação e Jogos

A Argentina começou as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 com o pé direito. Ou melhor, com o pé esquerdo de Lionel Messi. Na noite de hoje, a Albiceleste venceu o Equador por 1 a 0, em jogo realizado em La Bombonera, em Buenos Aires. De pênalti, o camisa 10 anotou o gol da vitória.

Comandada por Lionel Scaloni, a Argentina entrou em campo com um time renovado no primeiro passo rumo ao Catar. Dos titulares, apenas Messi, Otameni e Acuña já haviam disputado uma partida de Eliminatórias. A equipe teve a baixa de última hora de Dybala, com problema gastrointestinal.

Pelo lado do Equador também havia novidade. A partida marcou a estreia do técnico Gustavo Alfaro. Ele é ex-treinador do Boca Juniors e fez o primeiro jogo à frente da seleção equatoriana justamente em sua antiga casa. O zagueiro Arboleda, do São Paulo, e o volante Alan Franco, do Atlético-MG, estiveram em campo.

Em uma Bombonera vazia por conta da pandemia do coronavírus e sem a conhecida atmosfera, a Argentina fez exibição sem brilho. Não sofreu, é verdade, mas também esteve longe de encantar na primeira rodada das Eliminatórias.

O gol da vitória saiu logo aos 12 minutos de jogo, após pênalti polêmico em Ocampos. Os equatorianos reclamaram, mas o VAR confirmou a penalidade. Messi foi para a bola e bateu com precisão para colocar a equipe na frente.

Messi em Argentina x Equador - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Foi o oitavo jogo consecutivo sem derrota da equipe comandada por Scaloni. A Argentina não perde desde que foi superada pelo Brasil na semifinal da Copa América de 2019, há mais de um ano.

As equipes voltam a campo na próxima terça-feira (13). A Argentina visita a Bolívia na altitude de La Paz, enquanto o Equador recebe o Uruguai, em Quito.