PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro: Eleição presidencial é marcada por novo protesto da torcida

Protesto de torcedores do Cruzeiro na sede do Barro Preto - Guilherme Piu/UOL Esporte
Protesto de torcedores do Cruzeiro na sede do Barro Preto Imagem: Guilherme Piu/UOL Esporte

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

07/10/2020 20h09

O dia do Cruzeiro foi marcado por manifestações da torcida azul em Belo Horizonte. A segunda manifestação de cruzeirenses no dia aconteceu na tarde de hoje (7), durante as eleições para a presidência do Cruzeiro, pleito que apenas confirmará Sérgio Santos Rodrigues, candidato único, como mandatário celeste no triênio 2021-2023.

Centenas de manifestantes protestaram contra personagens conhecidos da torcida: o supervisor de futebol Benecy Queiroz, o ex-presidente Gilvan de Pinho Tavares, e o atual chefe-executivo da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues.

Cânticos de ordem, xingamentos, bombas e foguetes tornaram o ambiente um pouco mais pesado durante o protesto, que chegou a ter uma tentativa de invasão ao Parque Esportivo do Barro Preto, onde ocorria a eleição.

A Polícia Militar esteve presente e acompanhou a movimentação de torcedores, agindo nos momentos mais tensos do protesto.

Foi o segundo protesto de cruzeirenses no dia. Antes, pela manhã, membros de uma torcida organizada invadiram a Toca da Raposa II para pressionar dirigentes, jogadores e comissão técnica.

O Cruzeiro emitiu nota de repúdio pela invasão e pediu punição aos envolvidos no ato de vandalismo.

Cruzeiro