PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arredores de estádio inglês vira ponto de encontro de swingers na pandemia

Mãos falam de sexo coronavírus - Adene Sanchez/Getty Images/iStockphoto
Mãos falam de sexo coronavírus Imagem: Adene Sanchez/Getty Images/iStockphoto

Colaboração para o UOL

29/09/2020 17h35

Você não leu errado. Enquanto os estádios permanecem proibidos de receber público no retorno do futebol britânico, alguns Ingleses deram uma nova utilidade para os arredores do estádio do Warford, da segunda divisão do campeonato local. As ruas próximas ao Vicarege Road agora são palco de "dogging".

Doggind é uma prática conhecida em território britânico, onde os interessados fazem sexo em lugares públicos e com pessoas assistindo — ou até mesmo participando. Um tradicional site inglês de informações sobre dogging reconhece que o estádio é frequentado pelos praticantes, mas também avisa para que evitem frequentar em dias de jogos.

Steve e Helen, um casal que afirma ser "doggers" locais, disseram ao The Sun que são frequentadores assíduos do local, mas mas que não são fãs da equipe de futebol.

Steve, 46, disse ao jornal que Vicarage Road é um "local bem conhecido". "Gostamos de ser observados, mas é estranho perto de um campo de futebol", disse Helen, 43.

Os estádios de futebol da Grã-Bretanha esperavam reabrir para os torcedores a partir de 3 de outubro, mas as novas restrições de distanciamento social devem adiar o retorno do público ao futebol.

O próximo jogo em casa do Watford pela segunda divisão inglesa será apenas no dia 21 de outubro contra o Blackburn. Até lá, os amantes - com o perdão do trocadilho - do dogging poderão aproveitar as ruas "vazias".

Futebol