PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: "Ficou claro que o Domènec ainda não conhece bem os jogadores"

Do UOL, em São Paulo

10/08/2020 16h48

Classificação e Jogos

Em sua estreia no Flamengo, o técnico Domènec Torrent fez mudanças no time durante a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG na primeira rodada do Campeonato Brasileiro e chegou a ter cinco atacantes em campo, sem nenhum armador de origem, formação que causou certo espanto nos torcedores, mas que, na opinião de Mauro Cezar Pereira, é um sinal de que o catalão ainda está conhecendo seu elenco.

No podcast Posse de Bola #46, Mauro Cezar afirma que a opção de Torrent é comum nos times de Guardiola, de quem o técnico do Flamengo era assistente, mas acredita que faltou ao auxiliar Maurício Souza passar algumas informações sobre as características de cada jogador para o novo treinador.

"O técnico demonstrou falta de conhecimento das características dos jogadores, eu acho que ali vale uma discussão interna, por que o Maurício Souza, que é o auxiliar fixo. Ele treinou os jogadores desde a saída do Jorge Jesus, por que ele não ficou ali do lado do Domenec? Ele tinha que ficar do lado trocando ideias, para entender melhor, porque quando ele coloca os cinco, eu entendi que ele imaginava o Vitinho, o Vitinho pode jogar no meio e ontem era um 4-2-4, na verdade, era o Vitinho com o Arão, o Bruno Henrique, o Michael, o Gabigol e o Pedro", diz Mauro Cezar.

"Eu fiquei pensando, talvez ele tenha imaginado o Bruno Henrique articulando ali, o Bruno Henrique buscou a bola ali na intermediária ofensiva, só que não são jogadores com essa característica, então para mim ficou muito claro que ele não conhece os jogadores com a profundidade necessária, para saber 'esse cara faz essa função, posso utilizá-lo em outra', isso vai levar tempo, então talvez fosse bom ali ter um anjo da guarda do lado, poderia ser o Mauricio Souza", completa.

Na análise de Mauro Cezar, ao optar por substituir Gérson no segundo tempo, depois de já não contar com Everton Ribeiro e Arrascaeta, a escolha poderia ter sido um volante, para poder liberar Willian Arão para se aproximar do ataque.

"Tirou o Gerson, só se botar o Thiago Maia, e liberar um pouco o Arão, porque aí você tem o Arão com uma chegada boa na área, um cara que cabeceia bem, o Thiago protege aqui, mas você vai colorar todos os atacantes. É uma boa medida, que até faria sentido se ele achasse que o Gerson já estava pregado, já não tinha mais ritmo, já não estava conseguindo render", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol