PUBLICIDADE
Topo

Campeonatos

La Liga


Real Madrid vence 10º jogo consecutivo após volta e é campeão do Espanhol

Jogadores do Real Madrid comemoram gol de Karim Benzema diante do Villarreal em jogo do Campeonato Espanhol - Denis Doyle/Getty Images
Jogadores do Real Madrid comemoram gol de Karim Benzema diante do Villarreal em jogo do Campeonato Espanhol Imagem: Denis Doyle/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/07/2020 17h58

O Campeonato Espanhol 2019/2020 conheceu hoje seu campeão: o Real Madrid. Jogando no estádio Alfredo di Stéfano pela 37ª rodada da competição, o time de Zinedine Zidane manteve o embalo e derrotou o Villarreal por 2 a 1, com dois gols de Karim Benzema, assegurando mais um troféu nacional.

A vitória foi a 10ª da equipe nos 10 jogos após a pausa da competição frente à pandemia do novo coronavírus. Desta forma, o Real chegou aos 86 pontos e já não pode ser superado pelo vice-líder Barcelona — o time catalão perdeu para o Osasuna por 2 a 1 e permaneceu com 79 pontos. O Villarreal, por sua vez, tem 57 pontos.

Com o feito de 2020, o Real Madrid abriu vantagem para o Barça também na lista de títulos do Campeonato Espanhol. Agora, são 34 para o time branco contra 26 do rival azul-grená. Atlético de Madri (10), Athletic Bilbao (oito), Valencia (seis) e Real Sociedad (dois) vêm atrás.

Na rodada de encerramento do Espanhol, o Real Madrid visita o Leganes, enquanto o Villarreal recebe o Eibar. Os dois jogos acontecem no domingo, às 16h (horário de Brasília).

O jogo

Diante de um rival que não conseguia ameaçar, o Real Madrid abriu o placar aos 28 minutos do primeiro tempo. Após bote bem-sucedido no meio-campo, a bola sobrou para Luka Modric; o camisa 10 avançou em direção à área e rolou para a direita, para Karim Benzema bater cruzado: 1 a 0.

Na segunda etapa, aos 27, Sergio Ramos conseguiu outro desarme no meio-campo, arrancou pela esquerda e foi derrubado por Sofian Chakla na entrada da área. A arbitragem marcou pênalti.

Na cobrança ensaiada, o próprio Sergio Ramos rolou para frente, e Karim Benzema chutou forte para ampliar. No entanto, a arbitragem assinalou a invasão do francês antes do toque do companheiro e mandou voltar o lance. Na segunda cobrança, Benzema bateu rasteiro e fez seu segundo gol no jogo.

O Real teve a chance de matar o jogo aos 36, em bola de Toni Kroos na trave. Não o fez, e viu o Villarreal crescer no jogo: aos 38, Mario Gaspar levantou pela direita e Vicente Iborra cabeceou, tirando do goleiro Thibaut Courtois.

Nos acréscimos, o próprio Iborra teve o empate nos pés, após bate-rebate na área, mas mandou para fora. Melhor para o Real, que ainda chegou fazer 3 a 1 com Marco Asensio — a consulta ao VAR, porém, invalidou o lance e manteve o 2 a 1 no placar.